Por Jônatas Ferreira
Fotos: Agência E! Comunicação

A cantora gospel Aline Barros, de 38 anos, canta desde os cinco anos de idade. Dona de uma voz inconfundível e reconhecida internacionalmente, a carioca conquistou ao longo de seus vinte anos de carreira um público diversificado e uma sólida trilha de sucesso. Com mais de vinte obras gravadas, entre nacionais e internacionais, Aline vendeu mais de sete milhões de discos e seis prêmios Grammy Latinos de “Melhor Álbum de Música Cristã de Língua Portuguesa”, entre oito indicações que teve.

Em 2010, Aline estreou como escritora, lançando seu livro autobiográfico “Fé e Paixão”, pela Thomas Nelson Brasil, consagrando-se um dos mais vendidos do ano. Já em 2015, seu segundo livro, “Graça Extraordinária”, chegou às lojas pela mesma editora, embalado no recente lançamento do seu novo trabalho fonográfico, “Extraordinária Graça”, lançado neste ano. “Eu espero que vocês sejam muito abençoados através deste livro. Para mim, é um momento único; são fases que a gente passa na nossa vida, cada uma com um toque especial e uma mensagem a ser passada. E esse é um momento muito propício que nós encontramos por estar lançando um novo CD e DVD que falam a respeito da graça de Deus, da graça que flui através da nossa vida e alcança pessoas. Então, nós entendemos que é a oportunidade de também lançar um livro, falando aquilo que eu tenho vivido sobre a graça de Deus na minha vida”, comenta a cantora em entrevista exclusiva concedida ao portal Click Guarulhos.

Apesar de seu gênero musical ser o gospel, Aline conquistou um público diversificado, que a fez ser a primeira cantora do ramo a apresentar-se em programas televisivos, sendo sua estreia na TV Globo, com a música “Consagração”, que na época do lançamento permaneceu nove meses entre as mais ouvidas nas rádios evangélicas de todo o Brasil.

“A minha missão vai além do público evangélico. Ela rompe algumas barreiras e fronteiras. Hoje a gente tem tido a oportunidade de estar muito presentes em programas seculares, para falar às pessoas que não tiveram ainda uma experiência com Jesus de fato. A mensagem que a gente prega, canta, que a gente propôs a anunciar são as boas novas do Evangelho, que falam de um reino de amor, obediência, gratidão. E, isso tudo, você consegue alcançar o coração daquele que conhece e ama a Deus ou aquele que ama a Deus e não é evangélico, mas tem uma sede por algo maior. Eu fico muito feliz porque a gente consegue estabelecer aqui nesta terra a missão que Deus nos deu, que é ir e pregar o Evangelho, independente da religião e da nação. Estou muito feliz porque são mais de 20 anos de história com muitas experiências marcantes; e nada melhor do que um livro para repartir com as pessoas”.

Aline nunca almejou ser uma cantora que alcançasse números equivalentes a Roberto Carlos e Ivete Sangalo, tampouco ser escritora. “Eu me formei como bióloga marinha, mas nunca exerci. Os caminhos de Deus vão muito além dos nossos. Eu, de verdade, nunca imaginei que pudesse escrever”. O esforço para fazer uma obra de qualidade é o mesmo aplicado para os álbuns. “Você escrever, se comunicar, é uma coisa que você tem que fazer com muita sabedoria. É um trabalho com muitos profissionais envolvidos. Aqui está o meu coração; aquilo que eu quero passar para essa geração.
Sobre projetos de tradução do livro para outros países, Aline não descarta a possibilidade. “A minha parte eu estou fazendo, que é colocar para fora aquilo que está aqui dentro. Aonde esse livro chegar, que seja feita a vontade de Deus. Eu só fico aguardando o momento certo. E, se realmente acontecer, vai ser muito bom, pois teremos a oportunidade de abençoar muito mais pessoas”, finaliza.

Agência E! Comunicação

Curiosidades:

  •  Quem vê a cantora ser referência no cenário musical do País, não imagina que ela, quando menina, ajudava a mãe a vender cachorro-quente em feiras do subúrbio do Rio de Janeiro;
  •  A relação nos nomes dos últimos trabalhos da cantora é para reforçar a ideia de como a graça de Deus alcança as pessoas;
  •  Além da Bíblia, Aline Barros tem como gosto de leitura obras de John Bevere, Max Lucado e Augusto Cury;
  •  Dentre tantas canções de sucesso que marcaram sua carreira, a cantora destaca a música “Consagração”, gravada há mais de vinte anos e que é, até hoje, cantada nas igrejas de todo o Brasil;
  •  Você pode conferir Aline cantando trecho da música “Consagração” e a entrevista em vídeo através do portal Click Guarulhos, acessando: http://goo.gl/7utrGN