Coluna do Carleto – Edição 313

 

Ginásio da Ponte Grande: quem manda?

Com a concentração de jogos na quadra do Estádio Arnaldo José Celeste, na Ponte Grande, morar nas imediações virou um inferno, como alegam famílias que têm tentado vender suas casas na rua Domingos Fanganiello. Jogos avançam na madrugada, pessoas ficam bebendo até tarde e só houve um sossego recente, porque o telhado está danificado e a quadra fica alagada, o que impede seu uso (foto). Afirma-se que quem define a tabela dos jogos não é a Secretaria de Esportes, mas a Liga Ponto de Encontro de Futsal. A coluna enviou à Prefeitura diversas perguntas sobre o critério dessa concessão. Confira as respostas nesta e na próxima edição.

Secretaria responde

A Secretaria de Esporte, Recreação e Lazer esclarece que a agenda dos próprios municipais é de responsabilidade exclusiva da Secretaria. Portanto, não procede a informação de que o Ponto de Encontro de Futsal tenha influência sobre a formulação da agenda, que é pública e encontra-se à disposição da população na sede da Pasta, no Macedo.

Cessão gratuita

Na nota, a Secretaria afirma que tenta disponibilizar espaço para abrigar massificação esportiva, treinamentos e jogos das equipes que representam Guarulhos, bem como competições organizadas por entidades, que também têm direito de usufruir gratuitamente do ginásio, mas não consegue atender plenamente a toda a demanda.

Horários

A Pasta afirma que o horário máximo de término dos jogos é às 22 horas, “quando os portões são fechados, as atividades encerradas e os funcionários dispensados. A orientação é que respeitem a vizinhança, fazendo silêncio principalmente à noite. Porém, não podemos intervir no que acontece dos portões para fora, inclusive sobre o consumo de bebidas alcoólicas que, em respeito à lei, de forma alguma são vendidas nas lanchonetes de qualquer próprio esportivo municipal”.

Moradores reagem

Moradores garantem que há consumo de bebida alcoólica na área interna e reafirmam que jogos ultrapassam a meia-noite e só pararam porque a quadra está danificada. Têm fotos do quadro, com treinos até 1h da manhã.

 

Quer saber mais sobre o Estádio Arnaldo José Celeste? Veja matéria completa no Click Guarulhos: “O lamentável estado de abandono do esporte guarulhense”.

Metrô adiado

O governo estadual anunciou o adiamento do início das obras de extensão da Linha 2-Verde do Metrô, que, segundo promessa durante a campanha eleitoral de 2012, deve chegar a Guarulhos. Alckmin atribui a suspensão à falta de recursos federais, via BNDES, o que teria levado sua gestão a priorizar a continuidade de obras já em andamento.

Outras três

Também foram adiadas na atual gestão do tucano as obras das linhas Ouro, Prata e Bronze, que beneficiariam a Zona Sul, Cidade Tiradentes e ABC.

União nega

O governo federal nega que tenha suspendido verbas para o metrô paulista e afirma que o financia desde o início. Enquanto eles debatem, o povo – que banca todos eles – fica no prejuízo.

Faltam tubos

Repercute nas redes sociais a denúncia de falta de tubos para coleta de material destinado a exames no CTA – Centro de Testagens e Aconselhamento, que faz testes de HIV. A Secretaria da Saúde municipal afirma que a licitação para compras está em andamento e está priorizando exames urgentes. Deveria haver melhor planejamento, não é?

Cada vez pior

Aumenta a cada dia o volume de detritos jogados ao lado do córrego dos Japoneses, na avenida Vereador Antonio Grotkowsky, no Jardim São Roberto, próximo ao Bom Clima. Êta povo mal educado! Êta Prefeitura ineficiente!