Por Tamiris Monteiro
Fotos divulgação

O artista plástico Mizael Lima, que expôs suas obras publicamente pela primeira vez apenas no ano passado – sendo primeiro em Guarulhos e depois em São Paulo -, viu seu trabalho ganhar força e repercutir de maneira positiva, o que lhe rendeu exposições em Viena, Miami, Nova York e cidades ainda a serem definidas na França e Portugal.

A convite da curadora Angela Oliveira, as obras de Mizael estiveram nas mostras coletivas “Art em Claves de Sol” e “Colhendo Estrelas”, organizadas na Casa de Portugal e no Templo da Arte, em São Paulo, nos meses de setembro e novembro. Atualmente, algumas telas também estão em Búzios, no Rio de Janeiro, para a exposição “Despindo Marés” que acontece na Galeria N1, até 30 de janeiro. Caminhando para o circuito internacional de arte “Colecting Moons”, duas telas da nova série, uma delas intitulada de “O Circo”, serão expostas em Viena, na Áustria, entre 18 a 25 de fevereiro, na Galeria Koko.

Na sequência, os quadros seguem para os Estados Unidos, onde ficarão expostos em Miami e Nova Iorque no mês de março. Sobre as características de sua obra, Mizael afirma que as telas apresentam influências dos séculos XVIII e XIX, dos períodos “art nouveau” e “art deco”. Também há inspiração em seus pintores preferidos, como Picasso, Van Gogh, Tarsila do Amaral, Tamara de Lempicka, além das Pin Ups de Gil Elvgren.

Quer ler outras matérias da edição 315 da Revista Weekend? Acesse!