ThyssenKrupp Elevadores lança nota sobre ocorrido na Câmara de Vereadores

Na ocasião, segundo o presidente da Casa, Professor Jesus (PDT), o elevador principal da Câmara Municipal de Guarulhos apresentou um problema mecânico na última segunda-feira, 01: o contra-peso do maquinário foi parar no andar “menos 2” do prédio, o que fez com que a cabine principal do elevador fosse parar no último andar do edifício”. Desta forma, o chefe do Legislativo optou por interromper o uso do equipamento: “não podemos deixar a vida das pessoas em risco, com um elevador que apresenta funcionamento atípico”. No momento do incidente, nenhuma pessoa estava à bordo.

A empresa responsável, por sua vez, publicou nota explicando o ocorrido: “A Thyssenkrupp informa que o elevador da Câmara Municipal de Guarulhos encontra-se com a manutenção em dia. Com relação ao ocorrido no dia 1º de fevereiro, esclarece que o elevador não despencou. O sistema desegurança foi acionado, devido ao desnivelamento e, por isso, o equipamento desceu até o andar térreo emvelocidade normal.

A empresa já apresentou, conforme solicitado, proposta para atualizar o equipamento que possui configurações tecnológicas antigas. A proposta encontra-se em poder do Diretor de Assuntos Administrativos, Gilson Francisco do Nascimento.”