Prefeitura de Guarulhos é condenada por morte em festa de agosto de 2004

 

A Prefeitura de Guarulhos e organizadores do evento que levou ao óbito seis jovens, depois do mezanino do local desmoronar, terão de indenizar a família em R$ 150 mil por danos morais. A condenação veio do Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP). O caso ocorreu em agosto de 2004, quando seis pessoas morreram e mais de 100 ficaram feridas.

A família do jovem vai receber R$ 100 mil de dois empresários e do dono do imóvel que ficava localizado na avenida Paulo Faccini, além de pensão mensal vitalícia equivalente a um terço do salário mínimo. A Administração deverá pagar R$ 50 mil aos pais da jovem.

Prefeitura é acusada de omissão na fiscalização do edifício, e os promotores do evento e o locatário de não solicitarem vistoria de segurança nem licença para realização do evento, que culminou no desmoronamento do mezanino.