Gileno pode dar passo em falso

Muitos pré-candidatos a vereador apoiaram o então vereador Gileno (PSL) para eleger-se deputado estadual em 2014, esperando ter alguma chance de formar a bancada do partido na eleição para vereador neste ano.

Porém, Gileno resolveu lançar a própria esposa, Sandra Major e, conforme noticiou Pedro Notaro em sua coluna Reticências desta quinta-feira, ela adotará o nome de Sandra Gileno.
Pode ser uma boa estratégia para facilitar a eleição dela para a Câmara Municipal, mas é praticamente certo que o deputado irá se queimar com muitos pré-candidatos do PSL.

Quando Gileno pretender reeleger-se deputado estadual em 2018, não poderá contar com o apoio dessas lideranças de bairros novamente. Aliás, se ele quer mesmo que a esposa seja candidata a vereadora, talvez seja melhor repensar a ideia de ser candidato a prefeito, porque a decisão de lançar Sandra pode causar desânimo nos candidatos à vereança do partido cujo apoio seria imprescindível para que Gileno tivesse alguma chance.

Valdir Carleto