Valeu a bronca!

Surtiu efeito nota desta coluna, publicada em 6/5, mostrando o descaso com pedestres que transitam pela avenida Tiradentes, próximo à Prefeitura. Uma obra simples resolveu o problema: a água de minas já não escorre sobre a calçada.

Ótima notícia!

A Folha Metropolitana noticiou na quarta-feira que o desembargador Artur Marques, do Tribunal de Justiça de SP, suspendeu o aumento do número de vereadores que havia sido aprovado pela própria Câmara Municipal, com base em uma projeção de crescimento da população que não se confirmou. Portanto, continuarão sendo 34 vagas em disputa. É boa notícia, porque fatalmente haveria mais custos ao Município, ainda que argumentem que não.

Pra quê mais?

A julgar pelo desempenho da atual legislatura, 34 são mais do que suficientes. Muitas sessões não acontecem por falta de quórum, mesmo sendo só duas por semana. Poucos vereadores exercem seu papel fiscalizador e muitos sequer sabem quais são suas atribuições, agindo como meros pedintes de favores.

Pode piorar

A atual legislatura é, de cara, pior que a anterior e, por algumas propagandas que têm sido vistas, a próxima pode piorar ainda mais. O que tem de semianalfabeto querendo ser vereador… O mais grave é que alguns conseguem eleger-se, não se sabe como.

Fique de olho

Em meio à mesmice e às tranqueiras, há bons pré-candidatos à vereança. Avalie bem o passado e o caráter de cada um.

Dança dos números

Pesquisa Ibope divulgada na terça-feira pela Folha Metropolitana, mostra empate técnico entre Eli Corrêa (DEM), elói Pietá (PT) e Guti PSB), respectivamente com 17%, 16% e 13%.
Depois, aparecem: Jorge Wilson (PRB), com 8%; Carlos Roberto (PSDB), 7%; Martello (PSD), 4% e Wagner Freitas (PTB), 2%. Brancos e nulos somam 25% e 8% não souberam responder. A margem de erro é de 3 pontos. A pesquisa foi feita de 24 a 27 de junho, foi solicitada ao Ibope pela empresa Mídia Pull Editora e Comunicação Ltda., ouviu 812 pessoas e foi registrada no Tribunal Regional Eleitoral sob nº SP-06655/2016.

E na espontânea…

Nada menos de 53% disseram não saber ainda em quem votar. Eli Corrêa Filho (DEM) aparece com 5% das citações, Elói Pietá (PT), com 4%; Guti (PSB) e Carlos Roberto (PSDB), 3% e Jorge Wilson (PRB) e Martello (PSD), 1%.

Reações

A exemplo da semana passada, quando muitos internautas desdenharam do resultado da pesquisa do Instituto Sebram, comentários de incredulidade dominaram o Facebook desta vez. Muitos críticos, lógico, são partidários dos que pontuaram mal nas pesquisas.

Por que não?

Estranhamente, a pesquisa Ibope publicada não sondou como votariam os eleitores na hipótese de segundo turno.

Pagou ou não?

O Diário Oficial publica justificativa dos pagamentos da Prefeitura. Mas fornecedores têm dito que os valores não têm sido efetivamente pagos. Isso pode?

Rede repudia Bolsonaro e Feliciano

Talvez em decorrência de manifestação da Juventude da Rede Sustentabilidade em Guarulhos, a Executiva Nacional do partido divulgou nota na qual repudia alianças com o Partido Social Cristão, dos deputados federais Jair Bolsonaro e Marco Feliciano. Ela orienta que as coligações municipais sejam ligadas com os princípios e valores do partido. Em Guarulhos, a Rede coligou-se com o PSB que tem Guti como pré-candidato e teve a bênção de Marina Silva. Porém, o PSB também aliou-se ao PSC local. Isso vai dar pano pra manga…