A população está descrente da classe política, em todo o Brasil. Em Guarulhos, também. Prova disso foram os 156.310 eleitores da cidade que não compareceram para votar, o que corresponde a 17,31% dos 902.810 eleitores locais. Afora isso, 44.397 deixaram o voto em branco (5,95%) e outros 87.532 (11,73%) anularam. O total é de 288.239 votos negados aos candidatos da cidade, ou 31,92% do total. Um recado claro da insatisfação popular.

Terminada a apuração das 2.496 urnas de Guarulhos, o candidato do PSB a prefeito, Guti (Gustavo Henric Costa), teve 208.591 votos (34,54%), indo para o segundo turno contra o candidato do DEM, Eli Corrêa Filho (Adriano Eli Corrêa), que obteve 135.134 votos (22,38%).

Em terceiro, ficou Elói Pietá (PT), com 116.676 votos (19,32%); em quarto, Jorge Wilson Gonçalves de Matos (Xerife do Consumidor – PRB), com 65.796 (10,9%); em quinto, Martello (Fausto Miguel Martello) (PSD), com 33.045 votos (5,47%). Carlos Roberto de Campos (PSDB) fcou em sexto, com 26.985 votos (4,47%); Wagner Freitas Moreira (PTB), em sétimo, com 12.114 votos (2,01%); em oitavo, Edson Albertão (Psol), 4.827 (0,80%); Néfi Antonio de Castro Tales (PPL) ficou em nono lugar, com 699 votos (0,12%).

Confira o desempenho por zona eleitoral de cada candidato a prefeito de Guarulhos

                                                                ZONAS ELEITORAIS
CANDIDATO 176 185 278 279 393 394 395
Guti 47.982 22.582 23.019 27.104 31.134 35.365 21.405
Eli Correa Filho 20.429 18.707 12.916 25.470 19.519 28.559 9.534
Elói Pietá 12.596 27.724 7.248 15.668 13.051 28.009 12.380
Jorge Wilson 8.776 10.845 4.841 9.941 7.907 15.579 7.907
Martello 5.134 3.103 3.119 5.419 3.305 9.508 3.457
Carlos Roberto 5.532 3.422 3.536 3.138 4.805 4.327 2.225
Wagner Freitas 2.022 2.133 903 1.590 1.598 2.278 1.590
Albertão 1.260 594 559 551 791 736 336
Néfi Tales 128 67 59 121 127 142 55

 

Vereadores eleitos 2016

Romildo Santos (DEM) 7681 votos
Mauricio Brinquinho (PT) 7213
Joao Barbosa (PRB) 7074
Prof. Romulo (PT) 6204
Eduardo Barreto (PCdoB) 5879
Prof. Jesus (DEM) 5828
Marcelo Seminaldo (PT) 5293
Pastor Anistaldo (PSC) 5279
Eduardo Soltur (PSD) 5099
Gilvan Passos (PSDB) 4784
Zé Luiz (PT) 4632
Laercio Sandes (DEM) 4544
Serjão Inovação (PSL) 4544
Janete Pietá (PT) 4474
Genilda (PT) 4420
Joao Darcio (PTN) 4298
Paulo Roberto Cecchinato (PP) 4229
Rafa Zampronio (PSB) 4176
Ramos da Padaria (DEM) 4136
Lamé (PMDB) 3996
Edmilson Souza (PT) 3954
Sandra Gileno (PSL) 3453
Dr. Alexandre Dentista (PSDC) 3444
Thiago Surfista (PRTB) 3352
Lauri (PSDB) 3184
Wesley Casa Forte (PSB) 2872
Sergio Magnum (PEN) 2747
Luiz da Sede (PRTB) 2718
Toninho da Farmácia (PSD) 2487
Dr. Eduardo Carneiro (PSB) 2407
Acácio Portela (PP) 2380
Carol Ribeiro (PMDB) 2265
Betinho Acredite (PTB) 1968
Moreira (PTB) 1966

Primeiros suplentes

PT – Dona Maria – 3690 votos
DEM – Paulo Sergio – 3460 votos
PSDB – Geraldo Celestino – 2756 votos
PSD – André Alves – 2473 votos
PSB – Adalmir Abreu – 2399 votos
PP – Tico Emerson – 2277 votos
PTN/PEN – Abdo Mazloum – 2211 votos
PMDB – Jorge Tadeu Filho – 2018 votos
PSC – Ferreira – 1964 votos
PSDC – Mauricio Coruja – 1959 votos
PRTB – Novinho Brasil – 1957 votos
PSL – Véio – 1936 votos
PTB – Leandro Dourado – 1690 votos

Quem é quem no novo Legislativo

Entre os 34 vereadores eleitos em 2012, 18 foram reeleitos agora. Além deles, Maurício Brinquinho, que era suplente do PT, mas exerceu a vereança na licença de efetivos que assumiram secretarias; e Serjão Inovação (PSL), que assumiu em 2011, quando Gileno passou a ser deputado estadual.

Dois ex-vereadores retornam à Câmara. Paulo Roberto Cechinato foi vereador de 1977 a 2012, quando não obteve a reeleição. Agora, elegeu-se pelo PTB. Eduardo Carneiro, médico, foi vereador de 2009 a 2012, pelo PSDB. Não conseguiu ser reeleito, mas neste ano elegeu-se pelo PSB. Seu reduto mais forte é a região do Jardim São João.

janete_oficial_2010Eleita vereadora pela primeira vez, Janete Rocha Pietá foi deputada federal de 2007 a 2014. Milita no PT desde a fundação do partido e é casada com o ex-prefeito Elói Pietá. Durante a primeira gestão dele, presidiu o Fundo Social de Solidariedade e notabilizou-se pela criação das Casas da Mulher; na segunda gestão, foi secretária-adjunta da Saúde.

 

Foram enviadas mensagens pelo Facebook aos novos vereadores eleitos, bem como feitas postagens, pedindo que entrassem em contato, para que se pudesse divulgar quem são eles, o que fazem profissionalmente e suas áreas de atuação. Poucos, porém, responderam.

rafa-zampronioRafa Zampronio (PSB)

Jovem empresário do ramo de engenharia contra incêndios, é filho do capitão Nilberto Aroldo, ex-comandante do Resgate em Guarulhos, e da professora de artes Rosana Zampronio. Disputou a primeira eleição em 2012, quando sua família foi feita refém na própria casa e ele teve 761 votos. Como gosta de escrever, mantém uma página no Facebook, na qual denuncia irregularidades de vários bairros. Fez 265 reuniões domiciliares e 900 visitas, obtendo a maior votação em sua coligação.

carol-ribeiroCarol Ribeiro (PMDB)

Bacharel em direito, trabalha em escritório de advocacia. Foi candidata em 2012, pelo PSDB, e teve 1.687 votos. Afirma ter atuado em várias regiões da cidade e que se dedicará primordialmente nas áreas da saúde e educação, pela igualdade de direitos e na fiscalização do Executivo, para fazer valer cada centavo pago em impostos pela população.

thiago-surfistaThiago Surfista (PRTB)

É funcionário público federal (INSS) e é a segunda vez que se candidatou. Tem como reduto principal a região do Parque Cecap, Jardim Ipanema, vilas Barros e Fátima. Atribui sua vitória ao trabalho social de quase sete anos, atendendo crianças e jovens com aulas de balé, futebol, violão, street dance; e também os idosos com ginástica e atividades de entretenimento; cursos profissionalizantes para jovens e adultos e campanhas de conscientização, como contra a dengue e de coleta de agasalhos e alimentos. Propõe-se a atuar principalmente nos segmentos: esporte, saúde, educação e segurança.

sandra-gilenoSandra Gileno (PSL)

Formada em Gastronomia, Sandra Major é esposa do deputado estadual Gileno e adotou o nome político dele como se fosse seu sobrenome. Durante dez anos atuou como coordenadora da Associação Cultural Assistencial Esportiva do Jardim Paulista e Adjacências (Acaepa), no Jardim Paulista, na qual são oferecidos cursos de capacitação profissional para jovens e adultos. É a primeira vez que se candidatou. Afirma que atuará no incentivo à capacitação profissional de jovens e adultos e ao surgimento de novos microempreendedores; apoio ao esporte amador; saúde de toda a população, principalmente da mulher.