No dia a dia e na internet não se fala em outro assunto: eleição. Infelizmente, brigas acabam acontecendo por eleitores fanáticos por seus candidatos, que disseminam ideias infundamentadas e até inverdades, colocando em xeque, muitas vezes, quatro anos do futuro de todo o povo. Por isso, é necessário que o eleitor esteja ciente de que deve ser avaliadas as propostas dos postulantes com atenção, sempre pensando no bem comum e analisando as possibilidades de que as falas saiam do papel.

O Projeto Brasil, start-up que luta “por uma política mais transparente, competente e democrática”, criou um jogo de luta na internet que põe os candidatos que disputam o segundo turno de várias cidades em brigas para saber quais são as melhores propostas nos mais diversos temas. Eli Corrêa Filho (DEM) e Guti (PSB) também estão entre as figuras públicas que estrelam o game, que pode ser conferido ao clicar aqui.

O vencedor do duelo virtual é o eleitor quem decide por meio de escolha de propostas às cegas, ou seja, sem mencionar a quem pertence determinada projeto, o jogador clica na que ele interpreta como a melhor solução para o tema discutido.

As respostas são baseadas nos planos de governos dos candidatos, como estão disponibilizadas no Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Nada melhor que se basear em propostas, não em falácias, para definir o vitorioso deste round final das eleições, que será no dia 30 de outubro.