domingo, 28 novembro 2021
- PUBLICIDADE -
InícioCIDADEEU CURTO GUARULHOS!ONG Olhar de Bia entrega kimonos personalizados para jovens no Cecap

ONG Olhar de Bia entrega kimonos personalizados para jovens no Cecap

Quinze atletas e dois professores receberam vestimentas em evento realizado nesta quarta-feira, 31/05

Após receber doações de empresas e cidadãos de Guarulhos e região, a ONG Olhar de Bia entregou 17 novos kimonos personalizados a jovens e professores do projeto, na noite desta quarta-feira, 31/05, no antigo campo de bocha do Parque Cecap.

Para o presidente da organização, Ricardo Martins, a entrega das vestimentas foi uma ação que mostrou o sentido da ONG. “Foi uma dia que fez a vida valer a pena. No ano passado, disputamos o torneio da Federação Paulista de Jiu-Jitsu (FPJJ) com outras academias particulares, onde cada aluno paga um valor alto de mensalidade. Aqui realizamos um trabalho voluntário, mas de qualidade”, pontuou.

“Mesmo com dificuldades e com revezamento de kimonos entre os jovens, chegamos ao quinto lugar ao final das quatro etapas que compõem o campeonato da FPJJ, em um universo de mil equipes, graças ao trabalho de todos os voluntários, em especial, do mestre Marivan Feitosa”, recordou. “Os nossos atletas usavam vestimentas suadas porque não tínhamos um kimono para cada”, continuou.

Fundadora da ONG, Beatriz Martins, a Bia, destacou o empenho de todos os voluntários para que a compra dos kimonos fosse possível. “Há quase 11 anos, trabalhamos para transformar vidas. O esporte é um meio que utilizamos para que atingirmos o nosso objetivo. Esperamos que cuidem destas ‘armaduras’ com o mesmo carinho que temos pelo projeto”, pediu a jovem de 17 anos.

Durante o evento, os professores de jiu-jitsu, Robson Gomes e Rafael Calazans falaram sobre a importância da ação para as pessoas que estão envolvidas no dia a dia do Olhar de Bia. “Sabemos que um kimono faz toda a diferença durante uma luta, até na parte técnica da disputa. Se fossemos comprar em uma loja, não pagaríamos menos de R$ 300 em cada um. Os alunos que receberam a vestimenta precisam ter a noção de que não ficarão com ela para sempre, pois eles vão crescer. Além disto, esperamos que, em breve, alguns entrem no mercado de trabalho e tenham condições de comprar o seu próprio kimono”, ressaltou Calazans.

“Eu devo muito ao esporte. Dar aulas para estes jovens é uma forma de retribuir ao jiu-jitsu tudo o que ele me proporcionou. Ganhei títulos e conheci vários países. Agora, tenho privilégio de atuar como professor de forma voluntária”, declarou Gomes.

- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -

SIGA/CURTA

28,891FãsCurtir
1,510SeguidoresSeguir
1,491SeguidoresSeguir
358InscritosInscrever

VEJA TAMBÉM

Reino Unido proíbe voos da África do Sul devido a novas variantes

Na quinta-feira (25) o Reino Unido anunciou preocupação com a identificação de uma nova variante do coronavírus que se espalha pela África do Sul e que...

PIX: BC limita opções para definição de horário noturno; saiba o que muda

O Banco Central limitou as opções para a definição do horário de período noturno para o uso do PIX. A nova regra consta de nova...

16ª Marcha da Consciência Negra de Guarulhos relembra a luta por igualdade

No último sábado (20) cerca de 500 pessoas compareceram à 16ª edição da tradicional Marcha da Consciência Negra de Guarulhos, em comemoração ao Dia da Consciência...

Guarulhos começa aplicação da dose de reforço da vacina contra Covid-19 em maiores de...

A partir desta quarta-feira (24) todas as pessoas com 18 anos ou mais com ou sem comorbidades e que tenham tomado a segunda dose ou a dose...

Sancionado o auxílio-gás para famílias de baixa renda

O presidente da República, Jair Bolsonaro, sancionou a lei que institui o auxílio-gás, projeto criado para reduzir os efeitos do preço desse produto sobre o...