Reticências… – 19/10

Detectado

Perceptível: o rompimento com o prefeito Guti (PSB) e o episódio do grampo – em seu antigo gabinete na secretaria de Educação – colocaram o vice-prefeito Alexandre Zeitune (REDE) no radar eleitoral. Ele deverá ser candidato em 2018 e a prefeito em 2020…

Plano B?

Para 2018 há incerteza; embora Zeitune tenha mais chances para deputado, principalmente federal, a REDE insiste em tentar lançá-lo a governador. Só se for estratégia pensando no horário eleitoral para massificá-lo, visando 2020…

Desafeto dileto

Zeitune não esconde sua bronca em relação ao supersecretário Peterson Ruan (Finanças). A quem denomina de “reizinho”  com o dinheiro da Prefeitura…

Está favorável

Sem mudanças na legislação eleitoral,  a assessoria do deputado estadual Gileno comemora. Pelo PSL, calcula-se quociente de 35 mil votos para ser reeleito…

Voz altiva

O empresário Júnior Araújo, da Eletroferro, está respondendo pelo comando da ASEC (Associação dos Empresários de Cumbica). E ele não se faz de rogado: é crítico em relação ao projeto da Prefeitura que visa aumentar alíquotas de ISS…

Dói nos ouvidos

Um diretor na Prefeitura fala tão errado que virou piada entre seus subordinados. Na ausência dele, eles disputam quem consegue errar tanto como o chefe. Mesmo forçando a imaginação, ele continua imbatível…

Declinando

Fui convidado para evento hoje na Casa Branca. Não pretendo comparecer. Tais solenidades não permitem aos jornalistas interagir satisfatoriamente com o prefeito e secretários. A assessoria de imprensa continua devendo coletiva bem organizada…