CIAAG vence o ‘7º Prêmio Ações Inclusivas para Pessoas com Deficiência’

Entrega da premiação ocorreu no Memorial da América Latina - Foto: Divulgação
 

O Centro de Inclusão e Apoio ao Autista de Guarulhos (CIAAG) foi o vencedor do 7º Prêmio Ações Inclusivas, organizado pela secretaria estadual dos Direitos da Pessoa com Deficiência de SP. O CIAAG foi a única instituição representante de Guarulhos a participar e concorreu com várias entidades de todo o Estado. A ação inclusiva, “Viver e Conviver”, venceu na categoria não-governamental.

“Dedicamos esse prêmio a toda equipe do CIAAG, aos apoiadores e familiares, sem vocês nada disso seria possível. Deus, muito obrigado por tudo”, publicou a página da entidade no Facebook.

“É gratificante ter o nosso trabalho reconhecido; mesmo com tantas dificuldades conseguimos”, disse Alexandra Oliveira Oniki, coordenadora de projetos no CIAAG.

O objetivo primordial do Prêmio Ações Inclusivas para Pessoas com Deficiência é identificar e reconhecer publicamente as melhores ações inclusivas no âmbito do Estado e dos municípios, realizadas por gestores públicos e organizações da sociedade civil.

A cerimônia de premiação aconteceu no dia 12 de dezembro, no Memorial da América Latina.

Sobre a entidade

O CIAAG é uma entidade filantrópica, sem fins lucrativos, fundada em 26 de setembro de 2010, prestadora de atendimento educacional especializado para crianças autistas na idade de 2 à 15 anos incompletos. Oferece gratuitamente oficinas de apoio pedagógico, atividade de vida diária, aulas de educação física e música. Para as famílias, há atendimento psicossocial e oficinas temáticas. “A instituição tem por objetivo proporcionar um ambiente que estimule as habilidades, às quais os autistas apresentam maior dificuldade, proporcionando interação e linguagem aos padrões restritos de interesse e comportamento, preparando-as para inserção na rede regular de ensino e na sociedade”, informa o site da entidade.

No caso do autismo, ou qualquer outra deficiência, uma falta de estimulação adequada compromete o processo de independência pessoal e de socialização, desorganizando assim o indivíduo e sua família.

Mais informações: CIAAG