quarta-feira, 17 agosto 2022
PUBLICIDADE
InícioDESTAQUEMoro perde controle sobre o Coaf; veja como votaram os deputados de...

Moro perde controle sobre o Coaf; veja como votaram os deputados de Guarulhos

 

A Reforma Administrativa posta em prática pelo governo do presidente Jair Bolsonaro (PSL) foi votada e aprovada pela Câmara dos Deputados na quarta-feira, 22, após intensas idas e vindas e troca de farpas entre integrantes do Executivo e do Legislativo. Assim, fica sacramentada a redução do número de ministérios implantada pelo novo governo.

Porém, um ponto considerado de honra por Bolsonaro, no combate à corrupção, havia sido a transferência do Coaf (Conselho de Controle de Atividades Financeiras) para o âmbito do Ministério da Justiça e Segurança Pública, que tem como titular o ex-juiz Sérgio Moro. E, em uma espécie de queda de braço com o Planalto, o chamado Centrão, coligação informal dos partidos PP, MDB, PTB, PRB, DEM, Solidariedade e PR, articulou para excluir esse item da Reforma Administrativa, devolvendo o Coaf para a esfera do Ministério da Economia, cujo titular, Paulo Guedes, não o queria.

A movimentação do Centrão contou com a ajuda dos partidos de esquerda e, por 18 votos de diferença, conseguiu impor essa derrota a Moro. Líderes dos partidos
PT, PSOL, PCdoB e PSB orientaram seus deputados a votar pela devolução do Coaf ao Ministério da Economia. O PSDB e o PSD liberaram seus parlamentares a votar como quisessem. O PSL (partido do presidente), o Pros, Podemos, Novo, PV e Cidadania (antigo PPS) orientaram a manter o Coaf sob o guarda-chuva de Moro.

Alencar e Eli


Os dois deputados que, ao menos teoricamente, representam Guarulhos em Brasília (pois dependeram de votos de outras cidades para serem eleitos), Alencar Santana (PT) e Eli Corrêa Filho (DEM) votaram de forma diferente. Enquanto Alencar seguiu a corrente do partido votando para que o Coaf fique com a Economia, Eli foi contra a orientação do DEM e votou pela manutenção do órgão na pasta de Moro.

Contatado para justificar por que votou para tirar o Coaf de Moro, Alencar Santana afirmou, por meio de sua Assessoria de Imprensa: “Desde a criação do órgão, ele sempre esteve no Ministério da Economia, como acontece, inclusive, em outros países. E agora vai mudar de Ministério só pra satisfazer o Moro? Não se muda a estrutura do Estado só por causa de uma pessoa. Da mesma forma, defendemos que a Funai voltasse ao Ministério da Justiça, de onde não deveria ter saído. Não podemos personalizar a gestão pública”.

Pela Assesssoria de Imprensa, o deputado Eli Corrêa Filho respondeu: “O Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf) foi criado para prevenção e combate à lavagem de dinheiro e ao combate ao terrorismo. Assim sendo, deve estar vinculado ao Ministério da Justiça, que é o órgão responsável pelos assuntos jurídicos e políticas de justiça”.

Senado articula para devolver Coaf a Moro

Para que a Medida Provisória que instituiu a Reforma Administrativa passe a ter força de Lei, precisa passar por aprovação do Senado. Os senadores Álvaro Dias (Podemos-Paraná) e Major Olímpio (PSL-SP) informaram que apresentarão destaques, no sentido de reverter a decisão da Câmara dos Deputados, acreditando que, se os destaques passarem no Senado, ao voltar para a Câmara a pequena diferença pode se inverter, graças à pressão da opinião pública e das redes sociais. É senso comum que quem votou pela volta do Coaf à Economia quis reduzir o controle contra práticas de corrupção, ainda que as justificativas pelo voto sejam plausíveis. Residiriam aí as chances de alguns deputados mudarem seus votos.

Valdir Carleto

PUBLICIDADE
- PUBLICIDADE -

SIGA/CURTA

28,870FãsCurtir
3,337SeguidoresSeguir
1,614SeguidoresSeguir
358InscritosInscrever

VEJA TAMBÉM

Confira a programação dos últimos dias da Bienal do Livro de Guarulhos

Os últimos três dias da 2ª Bienal do Livro de Guarulhos, que acontece até domingo (14) no Internacional Eventos, incluem contações de histórias, apresentações musicais,...

Bosque Maia é o primeiro parque de Guarulhos a adotar energia solar

O Bosque Maia, maior parque urbano de Guarulhos, entrou em uma nova era de sustentabilidade aliada à economia de recursos públicos. Após uma semana...

Estagiando recebe currículo de estudantes entre 16 e 29 anos

Estudantes entre 16 e 29 anos que cursam o ensino médio, técnico ou superior e que estão em busca de estágios remunerados podem enviar...

Conselhos tutelares atenderão em regime de plantão na manhã desta sexta-feira

Na próxima sexta-feira (19), no período da manhã, entre 8h e 12h, os Conselhos Tutelares de Guarulhos irão atender em regime de plantão, já que...

Beneficiários da Tarifa Social de Energia Elétrica em Guarulhos passam de 50 mil

A cidade de Guarulhos ultrapassou, em julho, a marca de 50 mil beneficiários da Tarifa Social de Energia Elétrica. Naquele mês havia 50.265 pessoas...