quinta-feira, 9 dezembro 2021
- PUBLICIDADE -
InícioCIDADEServidores municipais não aceitam proposta do TRT-SP e continuam em greve

Servidores municipais não aceitam proposta do TRT-SP e continuam em greve

A maioria dos cerca de mil servidores públicos municipais (estimativa do Stap, sindicato da categoria, contabiliza dois mil), concentrados na praça Getúlio Vargas, no Centro, no início da noite desta segunda-feira, 27, decidiu em assembleia pela manutenção da greve em Guarulhos. A proposta da desembargadora Ivani Contini Bramante, do Tribunal Regional do Trabalho (TRT-SP), de 2,5% de aumento escalonado (1,25% em maio + 1,25% em setembro) e o abonado dos dias parados, além da reposição da inflação na cesta básica e no vale refeição/alimentação, foi rejeitada pela categoria. O Stap convocou para esta terça-feira, 28, às 14h, concentração e protesto em frente ao Paço Municipal, no Bom Clima.

Servidores votam pela manutenção da greve – Imagens: Alexandre de Paulo/Click Guarulhos

A proposta lida pela diretoria do Stap e colocada em votação foi elaborada em audiência de conciliação entre a Prefeitura e o sindicato, mediada pelo TRT-SP, na tarde desta segunda-feira, 27, na Capital.

Nota oficial da Prefeitura

“Em audiência de conciliação entre Prefeitura e Sindicato dos Trabalhadores da Administração Pública, o Tribunal Regional do Trabalho (TRT) propôs o reajuste dos salários dos servidores municipais de Guarulhos em 2,5%, divididos em duas partes, sendo 1,25% em maio e 1,25% em setembro, além da reposição da inflação medida pelo Dieese (4,45%) na cesta básica e no vale refeição/alimentação.

A proposta da Justiça trabalhista também incluía o pagamento dos dias parados desde quarta-feira, 22, quando a greve da categoria foi decretada, até esta segunda-feira, 27. A partir desta terça-feira, 28, com a decisão de assembleia da categoria, que rejeitou a determinação da Justiça, não há acordo para pagamento dos dias parados.

Com a continuidade do movimento, o TRT também decidiu que o sindicato tem que garantir a presença de 70% dos funcionários em todos os locais de trabalho, sem que os serviços à população sejam prejudicados.

Até nesta segunda-feira, 27, com a adesão de cozinheiras em maior número em algumas unidades, o fornecimento de merendas aos alunos da rede municipal acabou sendo prejudicado. No geral, o atendimento à população não foi afetado, especialmente na área de Saúde.

Na audiência, o TRT também levou em consideração que a transposição dos servidores celetistas para o Regime Próprio prevê o reajuste da maior parte da categoria com índices que variam de 5% a 30%.”

- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -

SIGA/CURTA

28,891FãsCurtir
1,510SeguidoresSeguir
1,500SeguidoresSeguir
358InscritosInscrever

VEJA TAMBÉM

Guarulhos atrai alunos de vários Estados com curso de Mecânico de Máquinas Eletrônicas

Alunos dos Estados do  Maranhão, Pará, Rio de Janeiro, além de São Paulo, vindos da Capital e do Interior estão chegando em Guarulhos para o Curso Mecânico de Máquinas Eletrônicas. A Universidade Guarulhos (UNG) sedia...

Não há morte vinculada à variante Ômicron até o momento, afirma OMS

A OMS (Organização Mundial da Saúde) não tem informações até o momento de nenhuma morte vinculada à variante Ômicron do coronavírus. A afirmação nesta...

Alunos do Conservatório e do Cemear apresentam repertório diversificado no Macedo

Neste sábado (4), às 10h, os estudantes de música do Conservatório Municipal de Guarulhos (CMG) e do Centro Municipal de Educação e Artes (Cemear) realizam o concerto de encerramento do ano letivo de 2021. O...

Inscrições para ingresso nas Fatecs terminam amanhã, às 15h

Interessados em estudar nas Faculdades de Tecnologia do Estado (Fatecs), a partir do primeiro semestre de 2022, têm até as 15 horas, desta quarta-feira...

Assinado convênio para implantação do Centro Nacional de Vacinas

Nesta quarta-feira (8) o Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI) assinou um convênio para implantação do Centro Nacional de Vacinas, que funcionará em...