quinta-feira, 30 junho 2022
PUBLICIDADEspot_imgspot_imgspot_imgspot_img
InícioDESTAQUEMês de julho tem bandeira amarela nas contas de energia, aponta Aneel

Mês de julho tem bandeira amarela nas contas de energia, aponta Aneel

 

A bandeira tarifária utilizada como referência nas contas de luz deste mês de julho é a amarela. O anúncio foi feito pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) em junho. Com a medida, as cobranças terão um acréscimo de R$ 1,50 para cada 100 quilowatts-hora consumidos.

O adicional retorna às contas após a autoridade reguladora ter definido bandeira verde em junho, situação em que não é cobrado acréscimo nas contas. No comunicado, a Aneel justificou a bandeira amarela pelo fato de julho ser um mês “típico da seca nas principais bacias hidrográficas do país”.

“A previsão hidrológica para o mês sinaliza vazões abaixo da média histórica e tendência de redução dos níveis dos principais reservatórios. Esse cenário requer o aumento da geração termelétrica, o que influenciou o aumento do preço da energia (PLD) e dos custos relacionados ao risco hidrológico (GSF) em patamares condizentes com o da Bandeira Amarela”, justificou a agência.

O sistema de bandeiras tarifárias foi criado, de acordo com a Aneel, para sinalizar aos consumidores os custos reais da geração de energia elétrica. O funcionamento das bandeiras tarifárias tem três cores, a verde, a amarela e a vermelha (nos patamares 1 e 2), que indicam se a energia custará mais ou menos em função das condições de geração.

O cálculo para acionamento das bandeiras tarifárias leva em conta, principalmente, dois fatores: o risco hidrológico e o preço da energia. Os recursos pagos pelos consumidores vão para uma conta específica e depois são repassados às distribuidoras de energia para compensar o custo extra da produção de energia em períodos de seca.

No dia 21 de maio, a Aneel aprovou um reajuste no valor das bandeiras tarifárias. Com os novos valores, caso haja o acionamento da bandeira amarela, o acréscimo cobrado na conta passou de R$ 1 para R$ 1,50 a cada 100 kWh consumidos. Já a bandeira vermelha patamar 1 passou de R$ 3 para R$ 4 a cada 100 kWh e no patamar 2, passou de R$ 5 para R$ 6 por 100 kWh consumidos. A bandeira verde não tem cobrança extra.

*Com informações da Agência Brasil

PUBLICIDADE
PUBLICIDADEspot_img
- PUBLICIDADE -

SIGA/CURTA

28,870FãsCurtir
3,337SeguidoresSeguir
1,595SeguidoresSeguir
358InscritosInscrever

VEJA TAMBÉM

Conheça algumas curiosidades sobre os cachorros

Peludos ou pelados, pequenos e de raças maiores, há aqueles com pedigree e ainda os simpáticos vira-latas. Até o ser humano mais ranzinza tem...

Atleta de Guarulhos é ouro no Troféu Brasil de Atletismo

O atleta olímpico Thiago Júlio Alfano Moura foi campeão do salto em altura e conquistou o Troféu Brasil de Atletismo em competição realizada no...

Férias ao ar-livre: CAT Sesi Guarulhos abre inscrições para atividades com a garotada

As férias escolares estão chegando e o Sesi Guarulhos quer proporcionar, para crianças de 5 a 12 anos, diversão além do vídeo game e...

Selo Paulista de Longevidade é concedido ao município

Nesta sexta-feira (24), em mais uma ação do Governo na Área em Guarulhos, o município recebeu o “Selo Paulista de Longevidade”, do Programa São...

Projeto Amigo Estou Aqui mobiliza jovens de Guarulhos contra a depressão

Aproximadamente 30 estudantes do ensino fundamental II e do ensino médio participaram nesta quarta-feira (29) do projeto Amigo Estou Aqui na Casa do Jovem,...