PF e PM apreendem mais de 20 Kg de droga dentro de centrífuga

A PF, no Aeroporto Internacional de Guarulhos, e a PM, 3ª Cia da Rota, prenderam, em ações distintas ocorridas entre os dias 14 e 15/9, cinco pessoas por tráfico internacional de drogas.

Na primeira ação, ocorrida na noite do sábado (14) policiais militares, da 3ª Cia da Rota, desconfiaram do nervosismo de um homem que entregava uma mala a outra pessoa na porta de um hotel, na cidade de Guarulhos, e embarcou em um táxi. Os policiais acompanharam o veículo até a Rodovia Presidente Dutra, momento em que fizeram a abordagem e, após ouvir separadamente motorista e passageiro, resolveram retornar ao hotel para revistar o conteúdo da mala que havia sido entregue. No hotel, o homem tentou se evadir ao perceber que estava sendo procurado pelos policiais e precisou ser contido. Em um fundo falso localizado na mala que ele havia recebido, havia dois volumes ocultos contendo um pó branco e, entre os documentos do homem, passagens aéreas cujo destino final era Marseille, na França. Os suspeitos foram conduzidos à delegacia da PF onde os peritos constataram que o pó, encontrado na mala, era cocaína, cujo volume somou mais de dois quilos. Após serem ouvidos, o taxista foi liberado e os dois homens foram presos por tráfico internacional de drogas.

Outras três prisões foram feitas no domingo (15). Um nigeriano, de 31 anos de idade, que entrou no país na condição de solicitante de refúgio e já possuía visto permanente, tentou embarcar para Addis Ababa, na Etiópia, com uma centrífuga de roupas na qual ocultava 4 Kg de cocaína em tabletes. Os policiais encontraram a droga após entrevistarem o homem e acompanharem a passagem das malas, que ele havia despachado, pelo aparelho de raio-x. Um argentino, de 63 anos de idade, que acompanhava seu irmão, cadeirante, foi preso com mais de seis quilos de cocaína na forma pastosa, ocultos em pequenos pacotes costurados aos forros de quatro jaquetas. O homem, que pretendia embarcar para Addis Ababa, na Etiópia, disse aos policiais que adquiriu a droga na cidade de Corumbá e que trouxe seu irmão com o objetivo de tentar iludir a fiscalização. Na última ação, nove quilos de cocaína foram encontrados com uma brasileira, de 23 anos de idade, na forma de tabletes ocultos sob uma estrutura de madeira montada dentro de sua mala. A mulher, que possuía bilhete aéreo para Marseille, na França, disse aos policiais que o destino final da droga era a cidade de Barcelona, na Espanha.

Os presos serão conduzidos aos presídios estaduais onde permanecerão à disposição da Justiça.