ACE promove palestra sobre o impacto da Lei de Proteção de Dados nas empresas

Paulo Yukio Watanabe Junior - Foto: Divulgação

A Associação Comercial e Empresarial de Guarulhos promove a palestra “Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais, o que muda para sua empresa?”, ministrada pelo especialista Paulo Yukio Watanabe Junior, nesta quarta-feira, 13, às 18h30, na sede da entidade (Av. João Bernardo Medeiros, 278, Jardim Bom Clima). A entrada é gratuita e a inscrição deve ser feita por meio deste link.

A ideia inicial é passar os conceitos de privacidade aliados às determinações da lei. Além disto, o especialista mostrará os conceitos que o texto leva aos agentes de tratamento de dados. Ele irá abordar também como a Boa Vista, entidade parceira da ACE-Guarulhos, estruturou as adequações da Leis Gerais de Proteção de Dados.

O Brasil passou a fazer parte dos países que contam com uma legislação específica para proteção de dados e da privacidade dos seus cidadãos. A lei se fundamenta em diversos valores, como o respeito à privacidade; à autodeterminação informativa; à liberdade de expressão, de informação, de comunicação e de opinião; à inviolabilidade da intimidade; da honra e da imagem; ao desenvolvimento econômico e tecnológico e a inovação; à livre iniciativa, livre concorrência e defesa do consumidor; e aos direitos humanos liberdade e dignidade das pessoas.

O palestrante é formado em Tecnologia da Informação, com especialização em Segurança da Informação e Privacidade de Dados. Tem mais de 20 anos de experiência em Auditoria, Gestão de Riscos, Compliance, Anticorrupção e Investigações Digitais. Nos últimos 14 anos trabalhu na Ambev e, atualmente, atua na função de Data Protection Officer, responsável por monitorar, fiscalizar, orientar e fazer a ponte entre os titulares de dados pessoais, empresas e Autoridade Nacional de Proteção de dados no que diz respeito à Lei Geral de Proteção de dados.

O presidente da ACE, William Paneque, recomenda a participação na palestra. “É um assunto atual e muito relevante, já que todos nós empresários utilizamos e trabalhamos com dados. E não é raro não darmos tanta atenção à proteção dessas informações”, apontou.