PF prende 4 pessoas e apreende quase 20 kg de cocaína

A PF, no Aeroporto Internacional de Guarulhos, prendeu, entre a manhã de quarta-feira (27) e madrugada de hoje (28/11), 4 passageiros tentando embarcar com cocaína para o Oriente e Àfrica.

Policiais federais foram acionados na manhã de quarta-feira (27), por funcionários que operam os aparelhos de raio-x, no porão de bagagens, que identificaram substância orgânica dentro de uma mala despachada para voo com destino a Istambul, na Turquia. Após diligências, junto aos portões de embarque, eles localizaram seu proprietário, um homem de 42 anos, nacional da Ucrânia, e o conduziram à sede policial para acompanhar os exames periciais em seus pertences. Foram encontrados, dentro da mala do passageiro, oito quilos de cocaína compactados na forma de tijolos e envoltos em plástico bolha.

Malas de mão, carregadas por passageiros que iriam embarcar nesta quinta-feira (28), em voo com destino a Addis Ababa, na Etiópia, foram inspecionadas pelos operadores de raio-x e levantaram suspeita de conteúdo ilícito oculto. Seus proprietários, dois sul-africanos de 43 e 63 anos, foram conduzidos à delegacia pelos policiais. Os peritos federais encontraram cinco quilos de cocaína, dois quilos e meio na mala de cada um, ocultos em fundos falsos. Uma brasileira de 20 anos de idade, que passava pelo controle migratório com a intenção de embarcar para o mesmo destino dos sul-africanos, foi detida pelos funcionários que inspecionam os passageiros após a constatação de um volume oculto sob suas vestes. Os policiais conduziram a suspeita à delegacia onde os peritos realizaram o narcoteste na substância encontrada nos cinco volumes, ocultados pela mulher. Os exames periciais confirmaram mais de cinco quilos de cocaína com alto grau de pureza. Ao receber voz de prisão, a mulher disse aos policiais que tentou desistir de transportar a droga, mas teve sua vida ameaçada pelos traficantes que a contrataram.

Os presos serão conduzidos aos presídios estaduais onde permanecerão à disposição da Justiça.