OMS pede que países redobrem esforços contra coronavírus

O diretor-geral da Organização Mundial da Saúde (OMS), Tedros Adhanom Ghebreyesus, pediu hoje  (12), em Genebra, que todos os países redobrem o comprometimento contra a pandemia de coronavírus.

Falando a diplomatas um dia depois de caracterizar o Covid-19 como uma pandemia, ele disse: “descrever isso como uma pandemia não significa que os países devam desistir. A ideia de que as nações devem passar da contenção para a mitigação [redução] está errada e é perigosa.”

Diretor-geral da OMS, Tedros Adhanom, fala sobre surto de ebola
O diretor-geral da Organização Mundial de Saúde, Tedros Adhanom Ghebreyesus, pediu empenho dos países no combate ao coronavírus  Reuters/Denis Balibouse/ Direitos Reservados

Tedros também afirmou que, apesar de manter uma estratégia de contenção, todos os países devem “encontrar um bom equilíbrio entre proteger a saúde, impedir perturbações econômicas e sociais e respeitar os direitos humanos”.

China apoiará economia

A província chinesa de Hubei, centro de uma pandemia de coronavírus, divulgou hoje medidas para apoiar o crescimento econômico local.

Hubei expandirá ativamente sua emissão de títulos especiais este ano e visará a emissão de 30 bilhões de iuanes (4,29 bilhões de dólares) em títulos corporativos, informou o governo chinês.

As instituições financeiras serão proibidas de pedir empréstimos sem uma boa razão, a fim de proteger as empresas que buscam reviver os negócios afetados pelo vírus.

*Com informações da Agência Brasil