Cuidado com golpes e fake news sobre coronavírus

 

As redes sociais são muito úteis para difundir informações válidas, mas também têm sido largamente usadas para disseminar mentiras e até para aplicar golpes em pessoas menos atenciosas.

Uma dessas fake news circulou neste sábado em Guarulhos, usou uma montagem de rede social do G-1, informando, falsamente, que “o prefeito Guti, seguindo as orientações do presidente Jair Bolsonaro”, estaria determinando a volta às aulas e a abertura do comércio na segunda-feira, dia 30.

O prefeito reafirmou sua decisão de manter as aulas suspensas e de permitir que apenas os ramos de atividade essenciais permaneçam funcionando. Os demais podem manter vendas, desde que sejam feitas para entregas em domicílio. As indústrias podem funcionar normalmente. Oficinas de serviços também, embora muitos serviços não estejam podendo ser feitos por falta de peças, pois as lojas estão fechadas.

O portal G-1 criou um espaço no qual faz checagem de mensagens suspeitas e publica os resultados. O Click Guarulhos enumera alguns deles:

SAQUE PREVIDENCIÁRIO – É fake!

Começou a circular neste sábado, informando um link pelo qual as pessoas deveriam se conectar supostamente para receber um valor entre R$ 450 e R$ 1.023. Cuidado! É fake!

CADASTRAMENTO PARA RECEBER R$ 600 – É fake!

É falso que o governo federal fará um cadastro das pessoas que terão direito a receber o auxílio de R$ 600 – ou R$ 1.200 para as mães de família. O link que aparece para as pessoas conectarem pode levá-las a cair em algum golpe.
Os créditos serão feitos automaticamente para quem tem conta bancária. Quem não tem receberá um “cartão” virtual para fazer o saque. Ainda falta a aprovação do Senado e não está definida a data exata, nem a sistemática exata que será adotada. Calcula-se que 25 milhões de brasileiros receberão esse auxílio por três meses, a partir de abril. Aguardar informações de como será o procedimento.

COMPARAÇÃO DAS MORTES DA COVID-19 COM AS DA GRIPE H1N1 – É fake!

Notícia comparando o número de casos e de mortes da gripe H1N1 com as da pandemia atual usa dados distorcidos. Os números apresentados são do total dos anos de 2009 e 2010 – 59.867 casos e 2.173 mortes – e não apenas no começo da epidemia como falsamente é citado na notícia, que, aliás, vem sendo usada como argumento pelo pastor Silas Malafaia.

GOVERNO DO DF NÃO MANDOU ABRIR O COMÉRCIO – É fake!

O governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha (MDB) nega que tenha voltado atrás da decisão de mandar fechar o comércio não-essencial. O presidente Bolsonaro chegou a citar a falsa notícia como argumento em favor da abertura do comércio. Ibaneis afirma que pode vir a autorizar abertura de um ou outro ramo, como lotéricas, correspondentes bancários e lojas de conveniência sem serviço nos locais.

DESCARTE DE ALIMENTOS NO CEAGESP – É fake!

É antigo um vídeo que mostra caminhões despejando legumes e verduras por causa de bloqueio de portões. O Ceagesp está funcionando normalmente.

MORTE DE CRIANÇAS NA ITÁLIA – É fake!

Corre notícia falsa sobre suposta morte de 122 crianças de coronavírus na Itália. As autoridades italianas afirmam que nenhuma criança morreu devido a covid-19.

SAQUES DE SUPERMERCADOS EM SÃO VICENTE – É fake!

São de 2013 as imagens que estão circulando sobre supostos saques em supermercados na Baixada Santista. Estão sendo usadas por defensores da abertura do comércio, procurando dar razão ao presidente Bolsonaro, que previu que haverá saques se o isolamento perdurar.

ANATEL OFERECENDO 7 GB DE INTERNET – É fake!

A Anatel nega que esteja fazendo qualquer promoção nesse sentido.

CRIANÇA REGISTRADA COM NOME DE ALQUINGEL – É fake!

Corre notícia dizendo que em cartório de Registro Civil do Espírito Santo uma criança teria sido registrada com nome de Alquingel. Não é impossível que alguém queira cometer esse absurdo. Mas, por enquanto, é mentira.