Epidemiologista deixa Secretaria de Vigilância em Saúde

O secretário de Vigilância em Saúde, Wanderson Kleber de Oliveira, durante a coletiva de imprensa sobre à infecção pelo novo coronavírus
 


O secretário nacional de Vigilância do Ministério da Saúde, Wanderson Kleber Oliveira, que é doutor em epidemiologia, pediu demissão e deixará o cargo a partir desta segunda-feira. Era braço direito do então ministro Luiz Henrique Mandetta, iria sair junto, mas atendeu a pedido de Nelson Teich para permanecer. Suas funções foram esvaziadas pelo ministro interino, coronel Eduardo Pazuello, que nomeou diversos militares em sua assessoria. Oliveira era defensor do isolamento social e deve reassumir suas funções no Hospital das Forças Armadas, onde é servidor de carreira.