Cozinheiros das escolas da Prefeitura de Guarulhos recebem formação online

 

Desde o início deste mês, mais de 900 cozinheiros atuantes nas escolas da Prefeitura participam do primeiro curso de formação totalmente online desenvolvido para estes profissionais em tempo de restrições impostos pela pandemia do Coronavírus. Dividido em quatro módulos com temas escolhidos pela relevância e identificação com o dia a dia de uma cozinha de escola pública, como boas práticas, higienização, desperdício e refeição saudável, o material é composto por 20 vídeoaulas com duração de até 45 minutos, e tem sido disponibilizado diariamente no Ambiente Virtual de Aprendizagem (AVA).

O conteúdo  foi desenvolvido pela equipe de nutricionistas do Departamento de Alimentação e Suprimentos da Secretaria Municipal de Educação (Dase). Nas atividades online, além de assistir aos vídeos, os servidores leem textos relacionados ao assunto e respondem a um questionário que ajuda a medir o nível de compreensão do conteúdo.

Para o cozinheiro Carlos Alberto Beck, da EPG Mauro Roldão, um dos mais novos da rede, “está sendo uma grande oportunidade para adquirir conhecimentos através de uma tecnologia de fácil acesso. Como fui contratado em fevereiro, com o curso online, me sinto melhor preparado para assumir minhas funções”, comentou. Já Naide de Oliveira Santos Arruda, da EPG Sítio do Pica Pau Amarelo, ensina: “No começo foi assustador, mas rapidamente me adaptei e não vejo nada melhor do que poder estudar na hora mais cômoda e no lugar mais confortável. São os novos tempos”, diz.

Com 30 anos de experiência, Luci Mara Dias Almeida Gomes, cozinheira na EPG Mariazinha Rezende Fusari, destaca a inclusão digital como o grande diferencial na busca de novos conhecimentos. Por sua vez, Magda Luciana Soares Santos, da EPG Carlos Drummond de Andrade, disse estar adorando a capacitação online, “porque consigo focar no assunto, sem interrupções, com um método atraente e dinâmico”.

O futuro é agora

A nutricionista Denise Catão, coordenadora do grupo e responsável por disponibilizar os vídeos no AVA, comenta: “Apesar de ser uma novidade aos profissionais, a ferramenta é bem funcional e, com isso, a adesão foi enorme”.  Por sua vez, o nutricionista Rodolfo Alexandre Aquino adianta que o Dase está com um canal no YouTube para armazenar as informações e atualizar o conteúdo oferecido. “É uma boa hora para atualizar e otimizar a comunicação, portanto, ideias como essa podem ter chegado para ficar”.

“Nossa equipe abraçou o desafio e se empenhou para fazer o melhor, apesar do ineditismo do projeto. O feedback positivo e a grande participação dos cozinheiros comprovam que a ferramenta veio para ficar, superando nossas expectativas quanto ao seu potencial”, finaliza a nutricionista Cristiane Tavares Matias.