Cai abaixo de meio milhão o número de casos ativos de covid no Brasil

O chefe do médico da UTI, Everton Padilha Gomes, examina uma radiografia de tórax de um paciente em um hospital de campo criado para tratar pacientes que sofrem da doença por coronavírus (COVID-19) em Guarulhos, São Paulo
 

Dados do site https://www.worldometers.info/coronavirus/ desta quarta-feira, 23/9, mostram que o Brasil registra 4.624.885 casos confirmados de covid-19, que resultaram em 138.977 mortes, média de 653 óbitos a cada milhão de habitantes, o que coloca o país no sétimo lugar do mundo nesse triste ranking, já ultrapassando de longe o Chile e aproximando-se da Bolívia.

A boa notícia é que, embora milhares de novos casos surjam a cada dia, o total de pacientes recuperados atinge quase 4 milhões: são 3.992.886; e o total de casos ativos, ou seja, pacientes em tratamento ficou abaixo de 500 mil pela primeira vez desde 25 de junho: agora são 493.022.

São Paulo

O Estado de São Paulo registra nesta quarta-feira (23) 34.492 óbitos e 951.973 casos confirmados do novo coronavírus.

Entre o total de casos diagnosticados de covid-19, 818.593 pessoas estão recuperadas, sendo que 104.209 foram internadas e tiveram alta hospitalar.

Na comparação com os números do Brasil: SP tem 20,58% dos casos confirmados do país, 24,81% do número de mortes e 20,50% dos pacientes recuperados. Ou seja, o índice de curados corresponde ao de casos confirmados, mas o percentual de mortes coloca SP em desvantagem em relação aos demais estados.

As taxas de ocupação dos leitos de UTI são de 46,1% na Grande São Paulo e 46,9% no Estado. O número de pacientes internados é de 9.252, sendo 5.280 em enfermaria e 3.972 em unidades de terapia intensiva, conforme dados das 10h desta quarta.

Todos os 645 municípios têm pelo menos uma pessoa infectada, sendo 566 com um ou mais óbitos. A relação de casos e óbitos confirmados por cidade pode ser consultada em: www.saopaulo.sp.gov.br/coronavirus.