Cuidando da beleza, com todo cuidado, na pandemia

 

Salões de beleza e barbearias voltaram a atender de forma presencial, mas tiveram de adequar-se ao “novo normal” para receber seus clientes de maneira segura. As medidas condicionadas à abertura dos setores de comércio e serviços vão desde a implantação de regras que possibilitem o distanciamento mínimo de 1,5 metro entre as pessoas nos locais, até a limpeza de ambientes.

Alguns estabelecimentos aproveitaram o período de portas fechadas e foram além do básico nas novas medidas. É o caso do Namastê Cia. da Beleza. Fechado desde 16 de março, o salão reabriu em 15 de setembro, munido de uma série de novos protocolos.

Alameda Yayá, 1.396 – Jardim Aida

“No início da pandemia não tínhamos muitas informações sobre contágio e que impacto isso poderia trazer no nosso dia a dia. Nossa primeira providência foi fechar as portas e pesquisar de que maneira poderíamos reabrir de forma segura e responsável, quando autorizado pelas autoridades. Pesquisando mais, constatamos que ambientes fechados, sem circulação de ar, aumentam consideradamente o risco de infecção. Então, decidimos instalar exaustores de ar em todo o salão para promover a circulação de ar”, explica Beth, sócia-proprietária do local.

Mas os investimentos não pararam por aí: o salão apostou até mesmo na luz ultravioleta. “Vimos que em países como Estados Unidos, China e até em alguns da Europa que hospitais, metrô e clínicas esterilizavam o ambiente com luz ultravioleta e liberação de ozônio (Luz-uvc + ozônio), que tem a propriedade de quebrar o DNA do vírus, impedindo que se reproduza em nosso corpo. Tentamos achar no Brasil. Vimos que a USP desenvolveu um rodo para esterilizar pisos de hospital usando essa tecnologia. Mas não encontramos disponível para venda. Então, decidimos importar. Essa luz não pode entrar em contato direto com o olho; foi um desafio instalar em lugares estratégicos com algum tipo de proteção, para que não ficasse aos olhos de ninguém, além de desenvolvermos um esterilizador para pertences pessoais de nossas clientes”, conta Beth.

Purificador ultravioleta
Purificador

Outro ponto importante foi a mudança na parte dos serviços relacionados às unhas. Cada cliente passou a ter seu próprio kit, com espátula, alicate e lixa, utilizado apenas pela própria pessoa. “Nosso salão sempre foi uma extensão da sala de estar de nossas clientes, um ambiente agradável onde rolava todo tipo de conversa e interação social, com mulheres de diferentes perfis. Com a pandemia, os atendimentos passaram a ser restritos a um cliente por ambiente. Mas estamos confiantes que esse período de pandemia vai passar logo e e que em breve voltaremos ao normal”, finaliza .