Média móvel de óbitos por covid cai no Estado de São Paulo

 

Neste sábado (31) o Estado de São Paulo registrou média móvel semanal de 84 mortes por covid-19. Os dados mostram tendência de queda da pandemia no estado, já que há sete dias este índice estava em 105, ou seja, apresenta uma redução de 20%.
 
SP teve um total de 1.116.127 casos e 39.311 óbitos. Entre os casos diagnosticados de COVID-19, 999.718 pessoas estão recuperadas, sendo que 121.713 foram internadas e tiveram alta hospitalar. As taxas de ocupação dos leitos de UTI são 39,5% no Estado e 41,2% na Grande São Paulo. O número de pacientes internados é de 7.004, sendo 3.989 em enfermaria e 3.015 em unidades de terapia intensiva, conforme dados das 14h deste sábado.

Em todos os 645 municípios houve pelo menos uma pessoa infectada, sendo que em 588 ocorreram óbitos. A relação de casos e óbitos confirmados por cidade pode ser consultada em: www.saopaulo.sp.gov.br/coronavirus.
                 

Perfil da mortalidade

Entre as vítimas fatais 57,5% são homens e 42,5% são mulheres. A média de idade dos óbitos é de 69 anos de idade.
Observando faixas etárias, nota-se que a mortalidade é maior entre 70 e 79 anos (10.112), seguida pelas faixas de 60 a 69 anos (9.256) e 80 e 89 anos (8.051). Entre as demais faixas estão os: menores de 10 anos (53), 10 a 19 anos (69), 20 a 29 anos (330), 30 a 39 anos (1.121), 40 a 49 anos (2.573), 50 a 59 anos (5.108) e maiores de 90 anos (2.638).

Os principais fatores de risco associados à mortalidade são cardiopatia (59,8% dos óbitos), diabetes mellitus (43,2%), doenças neurológicas (11%), renal (9,6%), pneumopatia (8,3%). Outros fatores identificados são obesidade (8,1%), imunodepressão (5,5%), asma (3%), doenças hepáticas (2,1%) e hematológica (1,7%), Síndrome de Down (0,5%), puerpério (0,1%) e gestação (0,1%). Esses fatores de risco foram identificados em 31.566 pessoas que faleceram por COVID-19 (80,4%). 

Perfil dos casos

Entre as pessoas que já tiveram confirmação para o novo coronavírus estão 520.482 homens e 589.443 mulheres. Não consta informação de sexo para 6.202 casos.
A faixa etária que mais concentra casos é a de 30 a 39 anos (262.728). As demais são: menores de 10 anos (28.199), 10 a 19 (53.878), 20 a 29 (189.051), 40 a 49 (229.840), 50 a 59 (167.383), 60 a 69 (101.599), 70 a 79 (51.568), 80 a 89 (24.274) e maiores de 90 (6.958). Não consta faixa etária para outros 649 casos.