Zona Azul de São Paulo terá nova gestão a partir do dia 17

 

A rede de estacionamentos Estapar irá assumir a operação da Nova Zona Azul Digital de São Paulo, a partir do dia 17 de novembro, terça-feira. Ao todo, serão administradas 51.606 vagas da Zona Azul da capital paulista.

Segundo André Iasi, CEO da Estapar, a operação tem a população como foco. “O principal objetivo do sistema é promover a democracia e melhor disponibilização de vagas públicas para que todos tenham acesso às vagas”, pontua.

Agora, os usuários contarão com um único aplicativo para efetuar a compra e habilitação do Cartão Azul Digital (CAD). O Estapar Nova Zona Azul – SP estará disponível para download no dia 17 de novembro nas lojas de aplicativos dos smartphones iOS e Android com a função “Mapa de Ocupação”, que identifica a disponibilidade de vagas em tempo real, otimizando o tempo de circulação do usuário, que terá mais facilidade para encontrar uma vaga para estacionar.

Além disso, a companhia possui um portal exclusivo (www.estapar.com.br/novazonaazulsp), no qual será possível identificar pontos de venda próximos ao local em que deseja estacionar, acessar as funcionalidades do aplicativo e esclarecer dúvidas.

De acordo com Fernando Zillo, diretor executivo de Zona Azul da Estapar, a proposta é garantir uma melhor experiência aos cidadãos. “Estamos adotando ferramentas e tecnologia para que a população encontre com agilidade um espaço para estacionar, reduzindo não somente o tráfego, uma vez que as pessoas circularão menos na procura por vagas, mas também a poluição, aumentando a rotatividade, o que beneficia comércios, pontos turísticos e a própria sociedade”, esclarece.

Além dos agentes da Estapar, a companhia contará ainda com uma frota de veículos equipados com câmeras que fazem a leitura automática das placas e, com geolocalização, abastecem uma central de informações do poder público que monitora o tempo de uso e cumprimento das regras. Com isso, a empresa assegura maior disponibilidade de vagas para o cidadão, com segurança e confiabilidade, uma vez que há um acompanhamento em tempo real da operação, com dados estatísticos, imagens e vídeos.

Veja no infográfico anexo como ficará o uso dos CADs com o Novo Aplicativo, principalmente quem tem saldo nos aplicativos que estavam em vigor.