Sesc Guarulhos – projeto diálogos acessíveis traz debate sobre a acessibilidade nos orgãos de saúde do município

Fachada do Sesc Guarulhos, no Jardim Flor do Campo - Foto: Alexandre de Paulo/Click Guarulhos
 

No dia 17 de novembro acontece o bate-papo Acessibilidade nos órgãos de saúde, que propõe reflexões sobre acessibilidade nos equipamentos de saúde da cidade de Guarulhos. A conversa, mediada por Moacyr Turuzawa, vai tratar da acessibilidade física e atitudinal – que é a percepção do outro sem preconceitos, estigmas, estereótipos e discriminações – e terá tradução em libras, audiodescrição e legenda descritiva para deficientes auditivos. 

A conversa faz parte do projeto Diálogos Acessíveis do Sesc Guarulhos, iniciado em julho deste ano. Os bate-papos trazem reflexões sobre temas relacionados à inclusão da pessoa com deficiência, como acessibilidade, garantia de direitos e o exercício da cidadania, manifestados na diminuição de barreiras comportamentais, comunicacionais, culturais e físicas para a participação plena em sociedade.  

Projeto Diálogos Acessíveis

No mês de julho o projeto trouxe o bate-papo Deficiência Visual e Protagonismo Social, que promoveu uma reflexão sobre a importância da inclusão da pessoa com deficiência visual e seu empoderamento. Em agosto o debate Audiodescrição como ferramenta de inclusão sociocultural apresentou o conceito e os benefícios dos serviços e tecnologias utilizados na audiodescrição como recurso de acessibilidade cultural. No mês de setembro, o projeto trouxe o bate-papo Desafios de um autista e seus familiares em períodos de quarentena, que abordou os impactos do isolamento social para crianças autistas e seus familiares. Em outubro o bate-papo Acessibilidade, ferramentas e tecnologias assistivas no campo da educação apresentou como ferramentas tecnológicas direcionadas às pessoas com deficiência na área educacional contribuem na ampliação das habilidades funcionais desse público. Todas as atividades estão disponíveis para visualização no canal da unidade no YouTube.

Acessibilidade nos órgãos de saúde

A ação traz como pauta a discussão acerca da importância de ferramentas para eliminação de barreiras físicas e comportamentais no âmbito dos órgãos públicos, com foco na implantação de políticas públicas de acessibilidade. Karina Moyano Amorim, fisioterapeuta e integrante da coordenação PCD (pessoa com deficiência) da Secretaria da Saúde de Guarulhos, abordará os desafios, aprendizados, metas e próximos passos da acessibilidade nos equipamentos de saúde da cidade de Guarulhos.  

Acessibilidade nos órgãos de saúde

Com Karina Moyano Amorim| Mediação: Moacyr Turuzawa

Dia 17/11, terça, às 18h30

Transmissão pelo YouTube

A atividade terá tradução em Libras, audiodescrição e legenda descritiva para surdos e ensurdecidos.