Vacinas começam a ser transferidas para os estados

 

O Ministério da Saúde começou no domingo (17) o processo que levará aos estados e Distrito Federal seis milhões de doses da vacina do Instituto Butantan contra a Covid-19. As doses que foram entregues pelo Butantan no domingo ao Departamento de Logística em Saúde (DLOG), em Guarulhos, começaram a ser separadas para os demais estados, nesta segunda-feira, às 7h.

“A distribuição das vacinas irá para todos os estados brasileiros, para que cada governo possa dar início ao plano de vacinação. O DLOG vai fracionar, agora, as quantidades corretas para cada estado. A Força Aérea Brasileira vai fazer a entrega nos pontos focais. A partir daí, os estados fazem a distribuição local”, explicou o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, em coletiva de imprensa na tarde do domingo (17), no Rio de Janeiro.

No ato oficial, ao qual compareceram governadores de diversos estados, estiveram presentes também o prefeito Guti e o presidente da Câmara Municipal de Guarulhos, Fausto Miguel Martello.

LOGÍSTICA DE DISTRIBUIÇÃO (DLOG)

A logística de distribuição das vacinas será procedida por aviões e caminhões, compondo estes últimos uma frota de 100 veículos com áreas de carga refrigeradas, que até o final de janeiro aumentarão em mais 50. Toda frota possui sistema de rastreamento e bloqueio via satélite.

O Ministério da Saúde terá o apoio da Associação Brasileira de Empresas Aéreas por meio das companhias aéreas Azul, Gol, Latam e Voepass, para transporte gratuito da vacina Covid-19 às unidades federadas do país que necessitam do transporte aéreo para a chegada das doses. O Governo Federal transportará as vacinas aos estados, que farão a distribuição aos municípios junto com o Ministério da Defesa.

Confira a quantidade de doses que estão sendo enviadas para cada região:

  • Norte: 708.440
  • Nordeste: 1.436.160
  • Sudeste: 2.524.360 (As doses de S.Paulo já ficaram retidas no Butantan)
  • Sul: 751.440
  • Centro-Oeste: 574.160