Serrana, SP, inicia vacinação em massa contra a Covid-19 em estudo inédito do Butantan

 

O governador João Doria deu início nesta quarta-feira (17) a uma megaoperação inédita de vacinação em massa para medir a redução do contágio do coronavírus em uma população. A ação ocorre no município de Serrana, na região de Ribeirão Preto. Cerca de 30 mil moradores com idade acima de 18 anos receberão a vacina desenvolvida pelo Instituto Butantan em parceria com a biofarmacêutica Sinovac.

“Serrana a partir de hoje entra para a história da ciência mundial. Esse é o primeiro estudo no mundo de imunização plena de uma comunidade, de uma cidade com 30 mil pessoas que serão vacinadas. Foram separadas 60 mil doses para esse estudo, o que não implica em dedução do compromisso do Instituto Butantan e do Governo de São Paulo para entrega de 100 milhões de doses da vacina do Butantan ao Governo Federal”, disse o Governador.

A iniciativa segue moldes de pesquisa clínica e permite estudar a eficiência da vacina na diminuição da transmissibilidade do coronavírus. A eficácia e a segurança do imunizante já foram comprovadas no segundo semestre de 2020, em estudo com 12,5 mil voluntários em 16 centros de pesquisa brasileiros.

O município de Serrana foi escolhido por apresentar alto índice de casos, entre outros fatores. O objetivo será estudar o impacto epidemiológico da vacinação em uma população adulta como forma de conter a pandemia.

A vacina será aplicada somente em moradores voluntários, com intervalo de quatro semanas entre as duas doses. A cidade foi dividida em 25 áreas que formam quatro grandes grupos populacionais identificados pelas cores verde, amarela, azul e cinza. Os moradores do grupo verde serão os primeiros a receber o imunizante.

Os voluntários serão vacinados em datas previamente agendadas. O estudo fará uma série de comparações entre cada grupo antes e depois da vacinação. Após a imunização desta quarta, as demais estão previstas para os dias 24 de fevereiro e 3 e 10 de março. Haverá oito locais de aplicação das doses.

  • 1ª região (verde): de 17 a 21 de fevereiro;
  • 2ª região (amarelo): de 24 a 28 de fevereiro;
  • 3ª região (cinza): de 3 a 7 de março;
  • 4ª região (azul): de 10 a 14 de março.
  • A segunda dose começará a ser aplicada entre o 21º e o 30º dia após a primeira.

Somente moradores de Serrana devidamente cadastrados poderão participar da pesquisa clínica. Menores de 18 anos, mulheres grávidas ou que estão amamentando e pessoas que tiveram febre nas 72 horas anteriores não irão receber a vacina.

Cronograma da vacinação da 1ª dose da CoronaVac em Serrana, SP — Foto: Arte/EPTV