Em formatura, jovem homenageia a mãe vestindo uniforme de faxineira

 

A atitude da jovem Roberta Mascena, de 25 anos, é um exemplo de gratidão e de reconhecimento.

Na solenidade de sua formatura em Pedagogia, em Santos (SP), ela escolheu usar o uniforme de faxineira de sua mãe, como uma forma de homenageá-la, pela dedicação ao trabalho e superação de dificuldades, que foram importantes para que a filha conseguisse se formar.

A mãe, Marlene Cordeiro de Oliveira, nordestina, parou de estudar aos 13 anos, para trabalhar como empregada doméstica.Trabalhou como vendedora, cuidadora de idosos e há 10 anos é encarregada de limpeza em um prédio na cidade litorânea. Com ajuda de Roberta, frequentou aulas da EJA (Educação de Jovens e Adultos) e concluiu o ensino fundamental em 2010.

Com seu trabalho, Marlene conseguiu pagar a faculdade de Pedagogia de Roberta, na Universidade Metropolitana de Santos, contando também com o auxílio de Roberto, pai da jovem, que trabalha como taxista. No decorrer do curso, Roberta obteve uma bolsa de estudos.

Devido à pandemia, a cerimônia só pôde contar com a presença dos pais no momento de tirar as fotos. Pensando em uma forma com que pudesse homenagear a mãe, Roberta vestiu o uniforme de faxineira da mãe por debaixo da beca e na hora das fotografias abriu a veste para que todos pudessem ver a homenagem que estava fazendo à mãe.

À TV Tribuna, de Santos, Roberta disse que se sentiu no dever de mostrar ao mundo a figura extraordinária que é sua mãe, que não mediu esforços a vida toda, para propiciar o melhor à família e que foi preponderante para que ela conseguisse realizar o sonho de se formar em Pedagogia.

A homenagem deixou a mãe muito emocionada, bem como a todos que presenciaram a cena. E há de emocionar muitos mais pessoas. E, mais do que isso, servir de exemplo para que outros filhos reconheçam o esforço de seus pais e agradeçam e externem essa gratidão.

Valdir Carleto

foto: arquivo pessoal da família de Roberta Mascena