sexta-feira, 1 julho 2022
PUBLICIDADE
InícioCIDADESAÚDEAnvisa autoriza uso de cilindro industrial para armazenar oxigênio usado em hospitais

Anvisa autoriza uso de cilindro industrial para armazenar oxigênio usado em hospitais

 

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) autorizou uso de cilindros industriais para armazenar oxigênio hospitalar e uma série de outras medidas para evitar o desabastecimento do chamado kit entubação, usado no tratamento de pacientes graves da Covid-19.

As “medidas regulatórias emergenciais” foram anunciadas na sexta-feira (19) depois que entidades médicas alertaram para o risco da falta de medicamentos para entubação nas Unidades de Terapia Intensiva (UTI) do Brasil.

Na madrugada de sábado (20), pacientes internados em um hospital público de São Paulo precisaram ser transferidos por conta de problemas no fornecimento de oxigênio. A Secretaria de Saúde do estado disse que houve um atraso no abastecimento, mas que a oferta do insumo foi normalizada.

Veja quais são as medidas anunciadas pela Anvisa:

  • armazenamento de oxigênio medicinal em cilindros industriais
  • simplificação de registro dos medicamentos, através de notificação
  • agilização para distribuição de medicamentos injetáveis
  • importação temporária de medicamentos não regularizados

Com as decisões do órgão, além dos cilindros verdes, de uso hospitalar, passa a ser autorizado o uso dos cilindros industriais de cor cinza para o abastecimento do gás medicinal. Para isso, as empresas devem usar válvulas especiais, e limpar os equipamentos para eliminar a contaminação cruzada.

Registro, distribuição e importação

A Anvisa anunciou que medicamentos usados na entubação – anestésicos, sedativos e bloqueadores neuromusculares – poderão ser comercializados apenas com uma notificação à agência, uma espécie de registro simplificado.

Já medicamentos estéreis – injetáveis –, que exigem maior preparação e cuidado com a manipulação, poderão ser transportados e distribuídos enquanto as empresas não concluírem os testes de controle de qualidade, mas a aplicação está condicionada à comunicação dos resultados à Anvisa.

Além disso, a entidade simplificou a importação de medicamentos para hospitais e redes privadas que poderão comprar os insumos diretamente dos fornecedores. A agência também se comprometeu a avançar com a aprovação de registros em aberto para aumentar a oferta dos produtos no país.

Falta de estoques

Nesta sexta (19), a Associação Nacional de Hospitais Privados (Anahp) divulgou uma “carta aberta” na qual pede que o Ministério da Saúde tome medidas urgentes diante do risco de falta de medicamentos para entubação de pacientes com Covid-19 nas Unidades de Terapia Intensiva (UTI) no Brasil.

PUBLICIDADE
- PUBLICIDADE -

SIGA/CURTA

28,870FãsCurtir
3,337SeguidoresSeguir
1,596SeguidoresSeguir
358InscritosInscrever

VEJA TAMBÉM

Feira de negócios APAS Experience acontece hoje em Guarulhos

O APAS Experience, promovido pela Associação Paulista de Supermercados (APAS), acontece hoje, quinta-feira, dia 30, a partir das 19h, no Hotel Marriott São Paulo Airport....

Conheça algumas curiosidades sobre os cachorros

Peludos ou pelados, pequenos e de raças maiores, há aqueles com pedigree e ainda os simpáticos vira-latas. Até o ser humano mais ranzinza tem...

Lanchonete Mundo Animal abre 75 vagas de empregos em Guarulhos

A lanchonete  Mundo Animal está com 75 vagas abertas na nova unidade que está abrindo em Guarulhos. "Estamos sempre em busca de pessoas esforçadas e...

Furto de cabo afeta abastecimento de água em mais de 20 bairros na região...

A Sabesp informa que realiza nesta sexta-feira (24/6) uma manutenção emergencial no sistema de abastecimento de água de Guarulhos, localizado na Juscelino Kubistchek de...

Bibliotecas municipais arrecadam cartelas de medicamentos vazias e de tampinhas

Você sabia que as cartelas de remédios precisam ser corretamente descartadas em postos de coleta porque, mesmo vazias, podem conter substâncias químicas que poluem...