Caminhos para a Cidadania ajuda escolas públicas a potencializar ensino híbrido

 

Professores mais perto, mesmo à distância. Este é um dos novos mantras do Caminhos para a Cidadania, programa coordenado pelo Instituto CCR, de apoio e formação de educadores. E para auxiliar o ensino híbrido, nova realidade das escolas públicas no pós-pandemia, o projeto traz soluções para consolidar o tema. Na Dutra, o projeto conta com o apoio da CCR NovaDutra.

O Caminhos para a Cidadania está à disposição de mais de 87 mil alunos de escolas públicas de 71 municípios do Brasil, concentrados em grandes regiões dos estados de São Paulo, Paraná e Rio de Janeiro. A iniciativa contempla a rede de ensino fundamental I, do primeiro ao quinto ano, das escolas municipais de cidades que recebem trechos das rodovias administradas pelo Grupo CCR.

Diante do cenário atual, em que o ensino híbrido se fez necessário e se expandiu, o programa do Instituto CCR rapidamente passou a apoiar os educadores para essa transformação e, hoje, todos os materiais construídos para integrar a iniciativa, considera as opções presencial e remota, é a solução para se adequar à nova realidade.

No site www.caminhosparaacidadania, professores e alunos encontram conteúdos como: sugestões de atividades, livros, filmes, séries, jogos, lições de cidadania e autoconhecimento, entre outros recursos, todos gratuitos e também disponíveis ao público geral.

“Estamos investindo em opções de ensino híbrido com um repertório 100% digital, cuidadosamente dividido em três frentes: professores, alunos e familiares”, explica Cristine Naum, gerente executiva de Sustentabilidade e do Instituto CCR. “São as três camadas mais sensíveis do ecossistema educacional”, completa.

Novidades no programa Caminhos para a Cidadania

O conceito de cidadania é bem amplo, por isso o programa aborda diversos assuntos: preservação do meio ambiente, diversidade e inclusão, bullying, pertencimento, alimentação, cidadania digital, empreendedorismo, competências socioemocionais, entre outros.

“Em 2021, a cidadania passou a ser o tema principal do nosso programa, que na origem era de Educação para o Trânsito, e que hoje é um poderoso facilitador para a rede do Ensino Fundamental I. Fortalecemos o projeto a partir das competências gerais da Base Nacional Comum Curricular (BNCC), opção fundamental para proteger os direitos de aprendizagem dos estudantes”, analisa Ariane Teles, do Instituto CCR, responsável pelo programa.

Sobre o Instituto CCR: O Instituto CCR, fundado em 2014, é a entidade privada sem fins lucrativos que gerencia a investimento social do Grupo CCR, proporcionando transformação com apoio a projetos via leis de incentivo, campanhas institucionais e por meio dos programas proprietários, o Caminhos para a Cidadania – atendendo mais de 1,3 mil escolas – e o Estrada para a Saúde – presente em seis regiões. Com foco em inclusão social, saúde e educação, o Instituto CCR já beneficiou comunidades no Brasil e no exterior, em locais onde as concessionárias da companhia atuam. Desde a sua criação, já foram gerenciados R$ 151 milhões, e, somente em 2019, mais de 1 milhão de pessoas foram impactadas em 152 cidades, no Brasil e no exterior. Saiba mais em www.institutoccr.com.br