Quer saber como é a rotina de quem mora em aldeia indígena?

 

O Museu Índia Vanuíre, instituição da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Governo do Estado de São Paulo, gerida pela ACAM Portinari, preparou atividades para toda a família curtir em casa neste fim de semana.

Para dar início à programação de abril, a edição do Saberes e Fazeres Indígenas deste mês promove diálogo entre um indígena convidado e o público visitante do Museu. Nesta sexta-feira (2), nas redes sociais da instituição, Chicão Terena, morador da Aldeia Kopenoti, conta um pouco sobre como é o dia a dia do seu povo.

Em todos os sábados de abril, o Museu indicará uma obra literária de fácil acesso, sempre relacionada às temáticas do Museu. Para saber o que acontece no sábado (3), basta acompanhar as redes sociais da instituição.

E para finalizar o domingo (4), a educadora Tina ensina a fazer carimbos de maneira fácil, rápida e divertida. A instituição possui um Plano de Sustentabilidade Ambiental com os objetivos de promover reflexões e discussões sobre o tema. Pensando nisso, a equipe educativa promove oficinas de baixo custo com materiais recicláveis, visando a valorização e a conscientização ambiental.

O museu está fechado devido à fase emergencial do Plano São Paulo. A recomendação é a restrição total de atividades. Não há previsão de reabertura.

Como forma de continuar a disseminar a cultura, as ações educativas da instituição e também o tour virtual permanecem de forma on-line pelas redes sociais e pelo site (@museuindiavanuire e www.museuindiavanuire.org.br/culturaemcasa)