Homem usa funcionária da Gol como refém no aeroporto, ameaça ter bomba, mas se entrega à PF

 

Na noite de domingo, 11/4, um homem tomou como refém uma funcionária da empresa Gol, ameaçava furar a veia carótida dela com uma caneta e afirmava ter uma bomba na mochila, recomendando que as pessoas se afastassem, mas pedindo que filmassem e divulgassem. O episódio aconteceu defronte ao portão 213 do terminal doméstico do aeroporto de Guarulhos e assustou passageiros que estavam na área de embarque naquele momento; alguns fizeram imagens, que viralizaram nas redes sociais.

O autor dizia frases desencontradas e acusava a Polícia do Paraná de ter atentado contra sua vida. Pedia a presença da Polícia Federal. Por fim, quando agentes federais chegaram, conseguiram dominá-lo, ele libertou a jovem, foi detido e encaminhado ao Distrito Policial do aeroporto. O caso está sendo investigado.

A Gol divulgou comunicado, dizendo que o incidente durou poucos minutos e que está prestando toda assistência a sua funcionária. A GRU Airport, que administra o aeroporto de Guarulhos, informou em nota que mobilizou rapidamente as forças de segurança e que tudo foi resolvido sem maiores problemas, sem feridos, não chegando a impactar as operações.


Contém informações divulgadas pelo UOL e pelo portal GRU Diário.