Guarulhos segue flexibilização definida pelo Estado a partir de domingo

 

Considerando o abrandamento definido na tarde desta sexta-feira, 16/4, pelo governo estadual, o prefeito Guti anunciou durante pronunciamento ao vivo neste início de noite que Guarulhos adotará o mesmo procedimento, passando a ficar liberados tanto o comércio quanto os rituais presenciais religiosos, a partir de domingo, dia 18. A ocupação máxima permitida é de 25%.

Guti explicou que, por força de decisão do Supremo Tribunal Federal, o Município pode adotar restrições até mais rígidas do que as estipuladas pelo Estado, mas não mais flexíveis. O secretário de Governo, Edmilson Americano, salientou que a Prefeitura é obrigada a pôr em prática mesmo medidas com as quais a Administração não concorda, como é o caso do horário de funcionamento do comércio. O Estado definiu que será das 9h às 17h, enquanto a gestão municipal entende que quanto mais restrito o horário, maior a chance de haver aglomeração; quanto mais estendido, mais fácil ficaria de manter espaço maior entre os consumidores, bem como no transporte coletivo.

A partir do dia 24, sábado da próxima semana, ficará autorizada também a abertura de parques, de academias e atividades culturais, bem como de restaurantes e assemelhados, exceto bares, que continuam proibidos de servir bebidas para consumo no local.

Atividade econômica

O prefeito anunciou que na próxima semana enviará à Câmara Municipal projeto de lei instituindo o PPI – Programa de Parcelamento Incentivado, para facilitar que os munícipes que tenham dívidas com a Prefeitura, até o ano de 2020, possam quitar com anistia de juros e multas, dependendo da forma de pagamento.

Informou que também enviará projeto para anistiar construções que tenham sido feitas sem aprovação prévia. Assim, quem tiver obras irregulares poderá regularizá-las, sem o pagamento de multas.

Novo hospital da criança

Recepcionando o deputado estadual Cesinha de Madureira, o prefeito anunciou entendimentos com o BNDES havidos nesta semana, que culminaram com a aprovação de uma PPP – Parceria Público-Privada para construção de um novo Hospital da Criança, na região do Taboão, com investimento da iniciativa privada, cuja empresa que vier a ser vencedora da licitação, poderá administrar a nova unidade, para até 150 leitos. A contrapartida dos investidores virá da exploração de serviços como estacionamento, lanchonetes e os de limpeza e conservação. Uma economia que a Prefeitura terá será a de não mais pagar aluguéis à Irmandade da Santa Casa de Misericórdia de Guarulhos, pela utilização do prédio atual, no Centro de Guarulhos.

Bairros atrás do aeroporto

O deputado informou que está obtendo na área federal novos investimentos para a cidade, no âmbito da Educação e do Ministério das Cidades. Guti comentou que Cesinha de Madureira vem auxiliando Guarulhos em tratativas com o Ministério da Infraestrutura, no sentido de obter uma solução para o isolamento a que ficaram bairros situados ao longo do lado esquerdo do aeroporto de Guarulhos com o fechamento da chamada “ponte do Baquirivu”, há vários anos, por decisão da GRU-Airport.