Ponte Grande sofre com ação de assaltantes disfarçados de entregadores

 

O mesmo tipo de ação que vinha fazendo vítimas na região da Vila São Rafael, Vila Endres e Itapegica tem apavorado as famílias da Ponte Grande e Jardim Munhoz: dois rapazes, em uma motocicleta, disfarçados de entregadores do IFood, percorrem as ruas, armados, cometendo assaltos, levando o que podem dos pedestres, principalmente celulares.

Uma moradora relatou nas redes sociais que mora na Vila Zamataro e que na sexta-feira, por volta das 20h30, e que estava perto da praça Bartholomeu De Carlos quando dois jovens foram assaltados pela dupla. Como se recusaram a entregar o celular um dos que estavam na moto atirou, por sorte não atingindo a vítima. Um guarda noturno foi chamado, tentou alcançar os meliantes, mas não obteve êxito.

Fica, portanto, registrado o alerta às forças de segurança e mesmo à população, pois já se sabe que esses assaltantes não hesitam em atirar.

A demanda será enviada pelo Click Guarulhos às secretarias de Segurança Pública do Estado e municipal.

Embora não se saiba se são os mesmos assaltantes, segue vídeo postado nas redes sociais da Vila São Rafael em março: bit.ly/2OYJYdv

A foto em destaque também é da Vila São Rafael. As imagens não são muito nítidas, mas talvez possam contribuir para identificar se são os mesmos que estão agindo na Ponte Grande.


CONSEG MANIFESTA-SE

Em atenção às queixas de moradores, o presidente do Conselho Comunitário de Segurança Conseg Guarulhos Sul, Luis Carlos Cantagessi, manifestou-se por intermédio do grupo Ponte Grande, no Facebook.

Após explicar o funcionamento de um Conseg, ele solicita que as pessoas que sejam vítimas de atos criminosos registrem o Boletim de Ocorrência, como forma de evitar a subnotificação da criminalidade na região e para que se possa ter conhecimento de detalhes, para facilitar a identificação e prisão dos meliantes.

Cantagessi prontificou-se a ir ao 5ºDP, buscando os Boletins de Ocorrências, registrados nos últimos 30 dias, para, a partir desses dados, solicitar as devidas providências das autoridades policiais. Ele solicita que a população participe do Conseg para que assim possa reforçar sua atuação.