Auxílio Emergencial 2021 chega a mais 206 mil beneficiados após novo processamento de dados

Aplicativo auxílio emergencial do Governo Federal.
 

Após um novo processamento de dados, 206.126 famílias a mais serão contempladas com o Auxílio Emergencial 2021. Esse grupo vai receber o benefício seguindo o calendário do próximo pagamento, com início em 16 de maio para os nascidos em janeiro e término em 16 de junho para os aniversariantes de dezembro.

O valor total a ser investido pelo Governo Federal no pagamento de cada parcela para este novo público é de R$ 40,26 milhões. Destes mais de 206 mil beneficiados, 142.531 têm direito à cota de R$ 150 (pessoas que moram sozinhas), 39.719 cidadãos receberão R$ 250, enquanto 23.876 são mulheres chefes de família que sustentam a casa sozinhas e receberão a cota de R$ 350. No site www.cidadania.gov.br/auxilio o trabalhador pode conferir se foi considerado elegível a receber o benefício.

Nesta terça, o pagamento do Auxílio Emergencial 2021 será feito aos aniversariantes de outubro. São 2,44 milhões de contemplados em um investimento de R$ 505,87 milhões. Com isso, o total de beneficiados do grupo do Cadastro Único e dos trabalhadores que se inscreveram no programa pelos meios digitais e que já receberam a primeira parcela chegou a 24,06 milhões de pessoas, totalizando um repasse de R$ 4,98 bilhões.

Os integrantes do Bolsa Família (PBF) com o Número de Identificação Social (NIS) final 7 que recebem o Auxílio Emergencial 2021 também terão a primeira parcela do benefício depositada nesta terça. Contando esse grupo, são R$ 2,08 bilhões destinados ao pagamento do Auxílio Emergencial 2021 para inscritos no Bolsa Família até o momento. Na soma com o público de aplicativos e Cadastro Único, já são R$ 6,97 bilhões em repasses para a primeira parcela do Auxílio Emergencial 2021.

O Congresso Nacional autorizou um investimento de R$ 44 bilhões nesta etapa do programa. O modelo de escalonamento das transferências, adotado no ano passado, segue com o objetivo de evitar filas e aglomerações nas agências da Caixa e nas lotéricas. A estimativa é de que as quatro parcelas do Auxílio Emergencial 2021 cheguem a cerca de 40 milhões de famílias.

PIX

Além do habitual crédito na Poupança Social Digital, com recursos disponíveis para o pagamento de contas, de boletos, para realização de compras por meio de cartão de débito virtual ou QR Code, a Portaria nº 627, que antecipou o cronograma de depósitos e saques, prevê mais uma forma de realização de transações. A partir de 30 de abril, ao receber os recursos, o trabalhador poderá fazer operações por meio do Pix (exceto para contas de mesma titularidade do beneficiário).

Publicada no dia 16 de abril, a Portaria abreviou em até 18 dias, em alguns casos, o prazo para que famílias tenham acesso aos recursos voltados para combater os efeitos econômicos da pandemia do novo coronavírus. A antecipação do calendário de saques e depósitos nas contas sociais da primeira parcela do Auxílio Emergencial 2021 vale para o grupo de trabalhadores que se inscreveu por meios digitais e os que integram o Cadastro Único.

Antes, o cronograma indicava que os saques para os nascidos em janeiro seria em 4 de maio. Agora, esse público terá acesso aos recursos a partir de 30 de abril. A mudança mais significativa é para aniversariantes dos últimos dois meses do ano. Pelo calendário que vigorava até então, os nascidos em novembro poderiam realizar os saques em 1º de junho. Agora, poderão retirar o dinheiro em 14 de maio. Quem faz aniversário em dezembro teve a data antecipada de 4 de junho para 17 de maio (confira abaixo o calendário completo atualizado).

Os aniversariantes de novembro e dezembro também tiveram adiantados os dias de recebimento da primeira parcela do Auxílio Emergencial 2021 na poupança digital da Caixa. Quem nasceu em novembro receberia o depósito em 29 de abril. Agora, esse público terá o dinheiro na conta um dia antes, no dia 28. Os nascidos em dezembro, que teriam a transferência realizada no dia 30, receberão no dia 29.

Os trabalhadores que se inscreveram pelos meios digitais da Caixa e os integrantes do Cadastro Único do Governo Federal podem conferir se têm direito a receber o benefício pelo site www.cidadania.gov.br/auxilio.

Serviço ao cidadão

O endereço eletrônico www.cidadania.gov.br/auxilio também remete ao serviço de atendimento via Facebook do Ministério da Cidadania. Por meio da hashtag #IssoÉCidadania é possível conferir nas redes sociais do ministério todas as informações atualizadas sobre o Auxílio Emergencial 2021.

O Ministério da Cidadania oferece, ainda, atendimento telefônico pelo número 121 e pela Ouvidoria por meio de formulário eletrônico. Outra opção é enviar uma carta para o endereço: SMAS – Setor de Múltiplas Atividades Sul Trecho 03, lote 01, Edifício The Union, térreo, sala 32, CEP: 70610-051 – Brasília/DF.