quarta-feira, 22 setembro 2021
InícioCIDADEPopulação reclama de falta de doses contra a gripe nas UBSs da...

População reclama de falta de doses contra a gripe nas UBSs da cidade

Internautas têm questionado o portal Click Guarulhos sobre o calendário de vacinação contra a gripe no município. De acordo com algumas manifestações, as doses do imunizante já não estão mais disponíveis em algumas Unidades Básica de Saúde da cidade. Vila Barros, Vila Fátima, Rosa de França, Jardim Paraventi, Cumbica, Centro estão entre os bairros relacionados.

As reclamações foram enviadas à Secretaria da Saúde, que respondeu por intermédio da Assessoria de Imprensa:

O estoque da vacina contra a gripe já está praticamente zerado em todas as UBSs da cidade.

Indagada sobre quais UBSs ainda era possível encontrar o imunizante, a assessoria respondeu que em razão da dinamicidade do processo de vacinação, não é possível afirmar em qual delas a pessoa encontrará a vacina.  A meta do Ministério da Saúde era para imunizar 90% de cada público-alvo contemplado pela campanha.

“Como no país toda a cobertura dos grupos prioritários ficou abaixo da meta preconizada, pela baixa procura, o Ministério da Saúde decidiu liberar as doses para toda a população até acabar os estoques”. 

Em Guarulhos 330.503 doses já foram aplicadas até o momento.

Cronograma da vacina contra a gripe

A Campanha de Vacinação contra a Gripe teve início em 12 de abril passado, contemplando primeiramente as crianças de seis meses a menores de seis anos (5 anos, 11 meses e 29 dias), trabalhadores da Saúde, gestantes, mulheres no período até 45 dias após o parto (puérperas) e povos indígenas.

Em 11 de maio foram incluídos os idosos de 60 anos ou mais e professores e, na terceira e última etapa da campanha, que teve início no dia 9 do mês passado, foram contemplados também os portadores de comorbidades, pessoas com deficiência, caminhoneiros, trabalhadores de transporte coletivo rodoviário, portuários, profissionais das forças de segurança e salvamento, forças armadas, funcionários do sistema prisional, população privada de liberdade, adolescentes e jovens sob medida socioeducativa.

Por fim, no dia 9 de julho, a vacina foi liberada para toda a população maior de seis meses de idade, enquanto durassem os estoques, inclusive com a realização do Dia D de vacinação.

- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -

SIGA/CURTA

28,891FãsCurtir
1,510SeguidoresSeguir
1,441SeguidoresSeguir
358InscritosInscrever

VEJA TAMBÉM

Fiocruz recebe lote de IFA para produção de vacinas

A Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) recebeu mais uma remessa de Ingrediente Farmacêutico Ativo (IFA). O lote chegou ao Aeroporto Internacional Tom Jobim- RIOGaleão, na...

21 capitais e DF decidem manter vacinação de adolescentes sem comorbidades

Mesmo depois da orientação do Ministério da Saúde de não vacinar adolescentes sem comorbidades contra a Covid-19, 21 capitais e o Distrito Federal decidiram continuar vacinando os jovens. O...

Em discurso na ONU, Bolsonaro defende tratamento sem eficácia contra Covid-19

Durante um discurso na abertura da 76ª Assembleia Geral da ONU, o presidente brasileiro, Jair Bolsonaro (sem partido), defendeu o tratamento precoce contra a Covid-19...

SP ultrapassa marca de 60 milhões de vacinas contra Covid-19 aplicadas

O Estado de São Paulo ultrapassou a marca de 60 milhões de doses de vacina contra Covid-19 aplicadas na população. Na segunda-feira (20), o...

Funcionário da Proguaru com depressão comete suicídio

Sofrendo de depressão há 14 anos, Luiz Carlos Reis, 56 anos completados em 11 de setembro, era funcionário da Proguaru.Segundo familiares, sua situação agravou-se...