Dólar despenca após divulgação de nota de Bolsonaro

dólar

O dólar despencou ante o real já na reta final dos negócios no mercado à vista nesta quinta-feira, após o presidente Jair Bolsonaro divulgar nota oficial lida no mercado como uma tentativa de pacificação entre os Poderes.

O dólar spot caía 1,78%, a 5,2286 reais, por volta de 16h42 (de Brasília), indo na mínima a 5,222 reais (-1,91%).

Pouco antes da divulgação da nota de Bolsonaro, a moeda estava em queda de 0,31%, a 5,3072 reais.

Na máxima do dia, tocada ainda na primeira hora de negócios, o dólar subiu 0,21%, a 5,335 reais.

Já a Bolsa reverteu a queda e passou a subir mais de 2% nesta quinta-feira, reagindo fortemente a declarações do presidente Jair Bolsonaro amenizando o tom em nota oficial, na qual afirmou respeito pelas instituições da República.

Antes da nota, a bolsa paulista ainda se mostrava fragilizada pelo agravamento da tensão institucional depois de declarações de Bolsonaro no Dia da Independência, bem como mais uma dado forte de inflação e a mobilização de caminhoneiros, que somavam-se a um rol de adversidades que tem minado o Ibovespa.

Às 16:47, o Ibovespa subia 2,36%, a 116.088,46 pontos. O volume financeiro no pregão somava 29 bilhões de reais.