sábado, 27 novembro 2021
- PUBLICIDADE -
InícioECONOMIABolsonaro prevê nova alta de combustíveis e justifica aumento

Bolsonaro prevê nova alta de combustíveis e justifica aumento

Numa conversa com os jornalistas na Itália, nesta segunda-feira (1º), após ter sido homenageado na pequena cidade de Anguillara Veneta — região de origem de seus familiares —, o presidente Jair Bolsonaro atribuiu os frequentes aumentos dos combustíveis no país a leis antigas e à corrupção de governos anteriores. Em seguida, disse que “o ideal” é privatizar a Petrobras.

“Pedi ao Paulo Guedes que tome medidas para tirar a Petrobras das garras do Estado. Já foram vendidas duas refinarias. Mas, além de o Lula não concluir três refinarias, mais de R$ 100 bilhões foram desviados. Quem coloca combustível no carro está pagando essa conta lá de trás”, disparou.

“Esta semana vai ser um jogo pesado para a Petrobras, porque eu indico o presidente, que tem que passar pelo Conselho, mas tudo o que de ruim acontece lá cai no meu colo”, reclamou.

Bolsonaro também advertiu que a venda da petroleira leva tempo: “Isso não é colocar na prateleira hoje e vender amanhã. Esse processo vai durar mais de ano”.

Ele disse que está acompanhando o movimento dos caminhoneiros, cuja adesão à paralisação é muito baixa nesta segunda-feira, mas afirmou que a Petrobras deve anunciar um novo reajuste daqui a 20 dias.

Segundo Bolsonaro, a “legislação do passado atrelou o preço da gasolina ao preço do dólar interno e ao preço do barril lá fora”. O presidente acrescentou, no entanto, que, se ele interferir, poderá responder “civil e criminalmente”.

Novo partido

Bolsonaro também falou da necessidade que se torna cada vez mais urgente de se filiar a um partido político para disputar a reeleição em 2022. “Tenho três namoradas, duas vão ficar chateadas”, disse.

Segundo ele, os partidos que podem acolher sua filiação são Republicanos, PL e PP. “Cada dia tem um na frente na bolsa de apostas.” De acordo com o presidente, mais de 30 parlamentares podem desembarcar com ele na legenda que escolher.

“Além dos 50 parlamentares, em média, que cada um dos partidos já tem, será o maior partido do Congresso”, calculou. Bolsonaro reconheceu que o tempo está ficando curto para a definição, e que não pode ficar para a última hora. Ele considerou a possibilidade de uma tomada de decisão na próxima semana.

- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -

SIGA/CURTA

28,891FãsCurtir
1,510SeguidoresSeguir
1,491SeguidoresSeguir
358InscritosInscrever

VEJA TAMBÉM

Mais de 40 cidades em SP cancelam carnaval em 2022

Ao menos 43 cidades do estado de São Paulo decidiram cancelar o carnaval em 2022 por conta da pandemia de coronavírus. Dentre elas estão Botucatu,...

Frentistas conseguem derrubar emenda de Kim Kataguiri que atingiria empregos

A data de 26 de novembro poderá ficar na história da categoria dos frentistas de postos de combustíveis, calculada em 500 mil trabalhadores de...

CCIs transmitem sarau virtual sobre consciência negra na próxima terça-feira

A Prefeitura de Guarulhos promoverá na próxima terça-feira (30), às 8h, Retalhos de Um Sarau, evento virtual que abordará o tema consciência negra com...

EDP reforça dicas sobre consumo de energia elétrica na hora de escolher um novo...

Muitas pessoas estão buscando boas oportunidadescom a Black Friday, porém, antes de comprar um novo eletrodoméstico ou equipamento eletrônico é importante observar itens que...

Sugestão: Sabesp poderia construir a URQ no Porto da Igreja

Diante da polêmica em torno do Projeto de Lei encaminhado pelo prefeito Guti à Câmara, propondo desafetar parte do espaço do complexo esportivo da...