quarta-feira, 26 janeiro 2022
InícioDESTAQUESaresp será aplicado nas escolas estaduais a partir desta quinta-feira (9)

Saresp será aplicado nas escolas estaduais a partir desta quinta-feira (9)

 

A escolas da rede estadual de São Paulo aplicam, nos dias 9 e 10/12, as provas do Saresp. O Sistema de Avaliação de Rendimento Escolar do Estado de São Paulo, monitora desde 1996 a situação da escolaridade básica na rede pública paulista e orienta os gestores para o desenvolvimento e aplicação de políticas para a melhoria do ensino.  

O público-alvo é composto por estudantes do 5º e 9º anos do ensino fundamental e 3ª série do ensino médio. Uma amostra do 2º e 3º anos do ensino fundamental também será avaliada. No total, 1,2 milhão de estudantes estarão envolvidos.

O processo é conduzido pelo Departamento de Avaliações da Secretaria da Educação do Estado de São Paulo (Seduc-SP), em parceria com a Fundação para o Vestibular da Universidade Estadual Paulista (Vunesp), responsável pela aplicação da prova. 

Além de 5.065 escolas estaduais de ensino regular, estão previstas a participação de mais de duas mil escolas das redes municipais, mais de 200 escolas do Centro Estadual de Educação Tecnológica Paula Souza, além das redes Sesi e particular. Todas manifestaram interesse na iniciativa proposta pela Seduc-SP. 

Na primeira data, a prova trará questões sobre Língua Portuguesa e Matemática. No dia seguinte, Ciências da Natureza, redação e questionário socioemocional. Estudantes e responsáveis da rede estadual responderão um questionário socioeconômicos de forma online, através da Secretaria Escolar Digital (SED). As demais redes aplicarão no formato impresso no segundo dia de aplicação. 

O secretário Estadual da Educação, Rossieli Soares, ratifica que o Saresp não visa a avaliação dos alunos individualmente, mas de cada escola e etapa de ensino. “Tanto o Saeb, que estamos na reta final de aplicação, como agora o Saresp são avaliações fundamentais para a implementação de políticas públicas educacionais. Ambas fornecem subsídios em diferentes níveis em relação às aprendizagens desenvolvidas pelos estudantes durante a sua etapa escolar. Neste ano, teremos ambas avaliações acontecendo na rede paulista, e temos reforçado, cada vez mais, a relevância delas para a melhoria da qualidade do ensino ofertado em todo o Estado”, conta. 

A duração da prova para os alunos do grupo amostral – 2º e 3º anos – é de 3h30, e para os demais, é de até 3h. Estudantes público-alvo da Educação Especial (com deficiências, TEA – Transtorno do Espectro Autista – ou altas habilidades e superdotação) terão até 1h a mais. A permanência mínima em sala é de 1h30, para todos os estudantes. A edição de 2020 não foi realizada em razão da pandemia. 

- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -

SIGA/CURTA

28,870FãsCurtir
2,828SeguidoresSeguir
1,508SeguidoresSeguir
358InscritosInscrever

VEJA TAMBÉM

Código de Trânsito Brasileiro completa 24 anos hoje e traz mudanças para 2022

O Código de Trânsito Brasileiro (CTB) completa 24 anos neste sábado (22), com mudanças introduzidas por meio da Lei 14.229 de outubro de 2021,...

Guarulhos abre agendamento nesta quinta para vacinação de crianças de 10 anos

A Prefeitura de Guarulhos estende a partir desta quinta-feira (20) o agendamento para a vacinação contra a Covid-19 às crianças de dez anos de idade. Até...
Posto de Gasolina

Presidente negocia PEC para zerar impostos sobre combustíveis

O presidente Jair Bolsonaro anunciou nessa quinta-feira (20) que negocia a apresentação de uma Proposta de Emenda Constitucional (PEC) para permitir a redução a...

Em uma semana, SP registra meio milhão de pré-cadastros infantis no site Vacina Já

O site Vacina Já, disponibilizado pelo Governo de São Paulo para o pré-cadastro para vacinação contra a Covid-19 do público infantil, na faixa etária...

Material escolar reaproveitado ajuda famílas a economizar nas compras

Mais um ano letivo se aproxima, e os pais têm que dar a atenção aos filhos em férias e, ao mesmo tempo, cuidar da...