domingo, 23 janeiro 2022
InícioCIDADEÁlbum instrumental de Marcos Davi Lisboa revela referências de música clássica, jazz,...

Álbum instrumental de Marcos Davi Lisboa revela referências de música clássica, jazz, choro e samba

 

Com divulgação impactada pela pandemia, Sete, mais recente álbum do violonista e compositor radicado em Guarulhos, é fruto de gravações guardadas ao longo de vários anos

“Com sensibilidade e bom gosto nas composições, precisão e delicadeza nas execuções, além da habilidade como produtor, Marcos Davi vem para deixar sua marca no mundo da nossa música instrumental”. O comentário do violonista Ulisses Rocha é mais um em meio a outros elogios de grandes músicos, dentre os quais Edu Lobo, Roberto Menescal e Sid Jacobs, dedicados ao violonista e compositor Marcos Davi Lisboa. O músico, que recentemente lançou Sete, seu terceiro álbum solo, coletânea gravada entre Brasil e França, celebra trajetória de mais de 30 anos de trabalho árduo para dar visibilidade à música instrumental.

Sete é fruto de gravações guardadas ao longo de vários anos. Depois da mixagem e de deixar tudo pronto para a divulgação, Marcos Davi Lisboa deparou-se com a pandemia e o cancelamento de todas as apresentações. Com a divulgação comprometida, os trabalhos voltaram-se exclusivamente às plataformas de streaming. “Aprendi bastante a respeito desse universo digital. Mas eu preferiria ter ficado mais ignorante a respeito e não ver tanta gente morrer”.

Das músicas que compõem o álbum, apenas “Arrastão” (Edu Lobo e Vinícius de Moraes) foi gravada exclusivamente para o CD. Nesse disco, Lisboa tocou com seus amigos: Fábio Zaganin (baixo), Ulisses Rocha (guitarra), Cláudio Machado (baixo), Evandro Gracelli (guitarra) Vlad Rocha (bateria), Fábio Azem (guitarra), Christiano Rocha (bateria), Adonias Júnior (áudio), Lucie Etienne (voz) e Dominique Lo (áudio). Para o músico, trabalhar assim é uma grande bênção.

Na foto de Donata Ettlin, músicos que participaram do novo álbum

Marcos Davi tem outros dois álbuns gravados: Criação (2004), trabalho que deu direcionamento à carreira de compositor, abriu caminhos e foi muito bem recebido pelos colegas de música instrumental, e Casa III (2006), registro bem arranjado de um trio de violões com Diogo Carvalho e Wanderson Bersani. São trabalhos que denotam a conexão natural de suas composições ao violão com a música clássica, jazz, choro e samba.

O artista tem experiência de atuação em países como Alemanha, França, Suíça, Bélgica, Espanha, Áustria e já gravou com inúmeros artistas, experiências que, felizmente, lhe renderam boas histórias.

foto de Marcus Hausser

Porto-alegrense de nascença; guarulhense de coração

Porto-alegrense de nascença e guarulhense de coração, Marcos Davi Lisboa mora com a família no bairro Macedo. Ainda no Rio Grande do Sul, deu início a seus estudos musicais e formação. Aos 15 anos, foi convidado a dar aulas e, anos depois, já tocava e circulava por bares, teatros e estúdios. “Gradualmente, fui percebendo a música como possibilidade profissional. Defini essa condição aos 22 anos quando abandonei a faculdade de geologia”, conta Lisboa.

Sobre suas influências musicais, nomes como Egberto Gismonti, Johann Sebastian Bach, Antônio Carlos Jobim, Heitor Villa-lobos e W. A. Mozart figuram como fontes de inspiração para suas composições. Marcos Davi Lisboa demonstra verdadeira relação de afeto e carinho com tais músicos. “A influência é inevitável quando amamos algo ou alguém. Ficamos e nos deixamos expostos. Meu primeiro encantamento veio com Bach. A inteligência e a beleza de sua obra me levaram a estudá-lo, tanto musical quanto biograficamente. Depois foi o Jobim. Passou-se exatamente o mesmo. Amo esse homem. Depois que conheci a obra de Villa-Lobos percebi que aquilo tinha a força do Brasil somada à força da música ousada e inquieta. Toquei e toco quase toda a sua obra para violão solo. Encontrei no Egberto Gismonti uma espécie de síntese contemporânea de tudo isso. O Mozart, Joaquim Rodrigo, Pixinguinha, Cyro Pereira, Radamés Gnatalli… Cada vez que paro pra compor eu penso nesses homens e suas obras. Tudo está neles”, vibra o músico.

Para ouvir os álbuns de Marcos Davi Lisboa no Spotify, clique aqui. https://open.spotify.com/artist/6SwzUgUS5Y5eV4I2ZuXiQT?si=LGro-smeQ0iTN-h_idlsRA&utm_source=native-share-menu

Para saber mais sobre a carreira do músico Marcos Davi Lisboa, acesse www.marcosdavi.com.br.

Foto em destaque de Studio RGB

- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -

SIGA/CURTA

28,870FãsCurtir
2,828SeguidoresSeguir
1,505SeguidoresSeguir
358InscritosInscrever

VEJA TAMBÉM

Código de Trânsito Brasileiro completa 24 anos hoje e traz mudanças para 2022

O Código de Trânsito Brasileiro (CTB) completa 24 anos neste sábado (22), com mudanças introduzidas por meio da Lei 14.229 de outubro de 2021,...

Governo define reajustes de benefícios e contribuições previdenciários

Portaria do Ministério do Trabalho e Previdência define os índices de reajustes dos benefícios pagos pelo Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), bem como...

Preço médio do aluguel residencial no Brasil avança 3,9% em 2021

As famílias que tentaram alugar um imóvel para morar em 2021 viram o preço das locações subir 3,87% ao longo do ano passado, de...

CNC: Brasil encerrou 2021 com recorde de endividados

O nível de endividamento médio das famílias brasileiras em 2021 foi o maior em 11 anos, segundo a Pesquisa de Endividamento e Inadimplência do...

GCM resgata filhote de gato preso em bueiro no Jardim Flor da Montanha

A Guarda Civil Municipal (GCM) de Guarulhos resgatou um filhote de gato que estava preso em um bueiro na rua Wilson de Souza, no...