quarta-feira, 29 junho 2022
PUBLICIDADEspot_imgspot_imgspot_imgspot_img
InícioCANAISCOMPORTAMENTOAplicativos funcionam para ajudar a formar casais

Aplicativos funcionam para ajudar a formar casais

 

Desde 2013, quando o mais popular aplicativo de paquera chegou ao Brasil, inúmeros de casais foram formados e muitos deles estão comemorando este Dia dos Namorados graças à tecnologia.

A fonoaudióloga Michele Ferreira, 45 anos, conta que usou a tecnologia para filtrar o perfil do futuro parceiro.

“Eu entrei nele na intenção de poder selecionar, um pouco mais, pessoas com as quais tivesse afinidade no ponto de vista de como que eu vejo o mundo, de que forma eu respeito as pessoas, que isso coincidisse um pouco mais e eu tivesse a oportunidade de conversar muito antes de conhecer pessoalmente”.

Os aplicativos propiciam selecionar os perfis tanto pelas fotos como por informações que postam e que, assim, ajudando o algoritmo a fazer a curadoria do parceiro ou parceira ideal, como explica a pesquisadora do Instituto Tecnologia e Sociedade Nina Desgranges.

“O histórico de uso da plataforma vai fazer com que determinados perfis sejam mostrados pra ela ou não. Os recursos da plataforma fazem muito mais do que orientar e facilitar interações social. Mas ele vai promover algoritmicamente alguns perfis em detrimento de outros”.

O doutor em psicologia Marcelo Santos comenta que os aplicativos de relacionamentos deram uma resposta tecnológica a uma transformação que a sociedade já vinha passando. 

“Eu consigo, de repente, ter a possibilidade de, virtualmente, conhecer dez pessoas, quando eu conhecia uma só. A probabilidade de eu ter uma aproximação maior com uma é maior do que antes, quando tinha que conhecer uma por uma. Então eu diria que é uma resposta tecnológica a um movimento dentro da transformação dessas relações”.

Um outro usuário desses aplicativos diz que um lado positivo da ferramenta é a facilidade para se relacionar e conhecer pessoas fora do círculo social habitual. Por outro lado, segundo ele, torna os encontros menos espontâneos:

“De certa forma parece que no meio virtual ela é uma coisa mais objetiva. Acho que perdeu uma certa magia dos encontros. Antigamente, a coisa era mais espontânea. Era algo que acontecia sem muita previsão, era menos objetivo”.

Entre prós e contras, revela que graças ao aplicativo de paquera encontrou a atual namorada. 

“Tomando os devidos cuidados de segurança para evitar golpes, o importante é namorar”, completa.

*Com informações da Agência Brasil

PUBLICIDADE
PUBLICIDADEspot_img
- PUBLICIDADE -

SIGA/CURTA

28,870FãsCurtir
3,337SeguidoresSeguir
1,594SeguidoresSeguir
358InscritosInscrever

VEJA TAMBÉM

Guarulhos abre 5 polos de vacinação infantil contra a Covid-19

Para evitar o desabastecimento da vacina Coronavac nas Unidades Básicas de Saúde (UBSs) a Prefeitura de Guarulhos concentrará, a partir desta quarta-feira (29), a...

UBSs abertas hoje (25) para vacinação contra a Covid-19

Todas as Unidades Básicas de Saúde (UBSs) de Guarulhos, exceto a Alvorada, estão abertas até às 16h para a vacinação contra a Covid-19. Segundo...

Parthenon Vila Augusta promove festa junina desta sexta até domingo

O Colégio Parthenon Vila Augusta programou para este fim de semana, de sexta a domingo, sua tradicional festa junina, desta vez com o tema...

Quina de São João teve 11 apostas vencedoras

Realizado ontem (25) em Campina Grande, na Paraíba a Quina de São João, teve 11 ganhadores. Cada um receberá R$ 17.813.226,63. As dezenas sorteadas foram:...

ANS amplia cobertura para tratamento de autismo e outros transtornos

A ANS (Agência Nacional de Saúde Suplementar) decidiu nesta quinta-feira (23) ampliar a cobertura dos planos de saúde para usuários com transtornos globais do...