PUBLICIDADE
InícioCIDADEEDUCAÇÃO24 jovens da Fundação Casa ingressam no Ensino Superior

24 jovens da Fundação Casa ingressam no Ensino Superior

Publicado em
PUBLICIDADE

Um grupo de 24 adolescentes que cumprem (ou cumpriram) medida socioeducativa em 19 centros de internação e semiliberdade da Fundação Casa, localizados em 13 municípios da Região Metropolitana de São Paulo, litoral e interior, ingressaram em março na Universidade Metropolitana de Santos (Unimes), com formação à distância.

Os jovens conquistaram bolsas integrais na Unimes em nove cursos de graduação nas modalidades bacharelado, tecnólogo e licenciatura. O benefício advém das Bolsas de Estudo “Desembargador Antonio Carlos Malheiros”, uma parceria entre o Sistema Brasileiro de Televisão (SBT), o Ministério Público do Estado de São Paulo (MPE-SP), por meio da Promotoria da Infância e Juventude de Osasco, e o Tribunal de Justiça de São Paulo (TJSP), via Justiça da Infância e Juventude de Osasco.

 

“A continuidade da formação educacional é fundamental para que esses adolescentes tenham sua reintegração plena à sociedade”, afirma o presidente da Fundação Casa, João Veríssimo Fernandes. “É mais um passo que eles dão para traçar novos futuros.”

Parte dos jovens já começou a frequentar as aulas on-line no início do mês de março, depois de passar por um vestibular on-line, em fevereiro, em que disputaram as vagas com outros 114 adolescentes em internação ou semiliberdade na Fundação Casa. No total, portanto, foram 138 inscritos que haviam concluído o Ensino Médio até o final de 2022.

Dentre os contemplados, estão três jovens de dois centros de internação femininos localizados na Cidade de Cerqueira César – os CASAs Feminino Cerqueira César e Anita Garibaldi.

Entre os centros socioeducativos masculinos estão jovens dos Casas Paulista, Jardim São Luiz I e de Semiliberdade Guararema, da capital paulista; Itaquá e Terra Nova, de Itaquaquecetuba; Novo Tempo e Tapajós, de Franco da Rocha; Santo André II, de Santo André; Laranjeiras, de Mogi Mirim; Jacareí; Lorena; Tamoios, de São José dos Campos; Rio Pardo, de Ribeirão Preto; Bauru; e João Paulo II, de Cerqueira César.

Cada jovem escolheu curso entre 1ª e 2ª opções, podendo ter duração de quatro a oito semestres, conforme a modalidade.

São formações nas áreas de Administração, Matemática, Pedagogia, Serviço Social, Artes Visuais, Tecnologia em Logística, Tecnologia em Gestão de Tecnologia de Informação, Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas e Tecnologia em Marketing.

Compartilhe

Veja também

PUBLICIDADE
Redes Sociais
28,870FãsCurtir
3,337SeguidoresSeguir
1,683SeguidoresSeguir
358InscritosInscrever
PUBLICIDADE

Últimas publicações

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE