PUBLICIDADE
InícioCONSUMIDORIpem-SP orienta sobre a compra e uso do aparelho de medir pressão...

Ipem-SP orienta sobre a compra e uso do aparelho de medir pressão arterial  

Publicado em
PUBLICIDADE

Pensando na saúde da população, o Ipem-SP (Instituto de Pesos e Medidas do Estado de São Paulo) orienta sobre a compra e uso do aparelho de medir pressão arterial, tecnicamente denominado esfigmomanômetro. 

Segundo o Ministério da Saúde, o número de adultos hipertensos aumentou 3,7% em 15 anos no Brasil. Mais de 25% dos brasileiros estão com problemas de pressão alta. Os motivos para esse aumento estão associados a diferentes fatores como obesidade, histórico familiar, estresse e envelhecimento populacional. Para prevenir a hipertensão, é importante medir com frequência a pressão arterial, assim, verificar da forma correta e constantemente pode auxiliar na identificação do problema.  

 

O aparelho, utilizado em adultos e crianças, pode ter indicação mecânica, digital ou através de uma coluna de líquido manométrico e, com a finalidade de assegurar medições precisas, tem a verificação obrigatória com regulamentação por meio de legislação específica. 

É importante que o aparelho de medir pressão arterial tenha a aprovação de modelo, que pode ser identificada por meio do símbolo do Inmetro no corpo do aparelho.  

Os aparelhos verificados e aprovados neste ano de 2023 recebem a marca de verificação onde consta a validade até 2024. 

Alerta importante

Esfigmomanômetros desregulam com o tempo e com o uso. Por isso o Ipem-SP recomenda aos profissionais da área de saúde, sobretudo aos médicos, que fiquem atentos quanto à verificação periódica do medidor de pressão arterial. Esfigmomanômetro desregulado pode falsear o diagnóstico médico e colocar em risco a saúde do paciente. 

É fundamental que os profissionais de saúde encaminhem os seus instrumentos de medir pressão arterial para serem verificados no Ipem-SP. As regionais do Ipem-SP em todo o Estado de São Paulo recebem os aparelhos de medir pressão arterial para verificação periódica. Acesse a regional mais próxima https://www.ipem.sp.gov.br/index.php/ipem-sp/encontre-a-regional 

Após verificado, caso o instrumento seja reprovado deve ser encaminhado para reparo em uma oficina credenciada pelo Ipem-SP. Uma vez reparado, deve retornar para nova verificação. 

Recomendações  

  • Para o uso adequado do aparelho de medir pressão arterial é necessário checar as condições de funcionamento do aparelho; 
  • O deslocamento do ponteiro da referência do zero pode ocasionar erro na leitura da pressão. Caso seja necessário, leve o aparelho para manutenção em uma empresa credenciada pelo Inmetro antes de solicitar a verificação; 
  • Para realizar o conserto e a manutenção, procure empresas credenciadas pelo Ipem-SP. Consulte as empresas credenciadas https://www.ipem.sp.gov.br/index.php/servicos/esfigmomanometro
  • O aparelho deve estar completo, ou seja, com as mangueiras, braçadeira e pêra. 

Em 2022 foram verificados 13.806 aparelhos de medir pressão arterial nas dependências do Ipem-SP, instrumentos de hospitais e clínicas, e 202.279 na verificação inicial, em fabricantes e importadores destes instrumentos. Também foram autorizadas a comercialização de 807.649 esfigmomanômetros por autoverificação dos fabricantes. 

De janeiro a junho de 2023 o Ipem-SP verificou 3.260 aparelhos de medir pressão arterial na inicial, 1.091 na periódica, e 6 após reparo.  

Compartilhe

Veja também

PUBLICIDADE
Redes Sociais
28,870FãsCurtir
3,337SeguidoresSeguir
1,683SeguidoresSeguir
358InscritosInscrever
PUBLICIDADE

Últimas publicações

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE