PUBLICIDADE
InícioCANAISPOLÍTICABolsonaro arrecadou R$ 17 milhões pelo Pix; doaram porque quiseram

Bolsonaro arrecadou R$ 17 milhões pelo Pix; doaram porque quiseram

Publicado em
PUBLICIDADE

Está causando grande polêmica a informação de que o ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) arrecadou R$ 17,1 milhões, por meio de Pix. O valor equivale a oito vezes os R$ 2,3 milhões, que ele declarou ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) que acumulou em bens durante toda a vida. Outra comparação que tem sido feita é que esse valor seria ainda suficiente para pagar cerca de 17 vezes as multas impostas por infrações à legislação eleitoral, entre outras.

Os dados são de relatório do Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf), que apurou que a importância refere-se a 769 mil transações feitas para a conta de Bolsonaro, entre janeiro e julho.; os maiores valores unitários são de R$ 20 mil.

 

A conclusão a que se chegou é que a imensa quantia é decorrente da vaquinha que seus apoiadores promoveram para ajudá-lo a pagar as tais multas.

Há pessoas simpáticas ao PT espalhando a informação de que o ex-presidente pode ter de devolver os valores aos doadores, o que não faz o menor sentido.

Bolsonaro pode ter todos os defeitos que lhe são apontados, e outros talvez ainda desconhecidos, mas não pode ser acusado por ter recebido todas essas doações. Com as votações que obteve nas duas eleições presidenciais, é evidente que ele tem um número muito maior de apoiadores do que esses 769 mil doadores. Se há pessoas dispostas a tirar dinheiro do próprio orçamento para doar a ele, não é problema de Bolsonaro. Além de pagar com folga as multas, terá dinheiro suficiente para sustentar a família toda até o fim da vida. Quem doou o fez porque quis e receber doações não é crime, a não ser fora das regras previstas em período eleitoral. Se são trouxas, como alguns têm afirmado, ou não, é problema de cada um deles e não de quem recebeu.

Não tenho multas eleitorais a pagar, mas se alguém quiser me mandar Pix, sem pedir nada em troca, esteja à vontade. Com sinceridade: alguém recusaria receber?

Valdir Carleto

Compartilhe

Veja também

PUBLICIDADE
Redes Sociais
28,870FãsCurtir
3,337SeguidoresSeguir
1,683SeguidoresSeguir
358InscritosInscrever
PUBLICIDADE

Últimas publicações

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE