Por Tamiris Monteiro

Fazer dieta nem sempre é uma tarefa fácil; afinal, cortar algumas guloseimas do cardápio, para muitos, é uma missão quase impossível. No entanto, ao passo que as pessoas têm tido mais consciência em relação à reeducação alimentar, diversas opções de receitas saudáveis surgiram para desfazer a ideia de que comida gostosa precisa ser demasiadamente calórica. Os doces também entraram nessa onda e já é possível fazer os quitutes em casa e até encontrar quem produza as delícias.
É o caso da chefe Maiza Stefane, que, a partir de uma necessidade pessoal, enxergou uma oportunidade de empreender. “Apesar de sempre trabalhar na área da confeitaria, após minha mudança nos hábitos alimentares, passei a produzir alternativas mais leves e funcionais para o meu próprio consumo. Fotografava o que eu produzia para meu próprio consumo, colocava nas redes sociais e então as pessoas começaram a pedir. Tudo começou no período de Páscoa, com os ovos diet e proteicos, feitos para atletas e pessoas que praticam atividade física. Com o sucesso dos ovos, comecei a desenvolver receitas que, além de gostosas, também são saudáveis. Acredito que de nada adianta ser saudável e ter que comer sofrendo”, afirma. Maiza faz doces como brigadeiros de whey, brownies 100% integrais, pães de mel, entre outras guloseimas fitness.
Uma questão importante, tanto para os doces artesanais quanto industrializados, é ficar atento se o que o rótulo vende é realmente verdadeiro. “Além das calorias, é importante notar o quanto de gordura e açúcares contêm e comparar o produto fit com a sua versão tradicional. Ainda mais importante e esclarecedora é a lista de ingredientes do produto pronto ou mesmo da receita caseira que você pegou: observe nos industrializados se os ingredientes do produto são saudáveis e a sequência dos mesmos. A lista é feita em ordem decrescente, ou seja, se o primeiro ingrediente for açúcar, este é o ingrediente principal da receita e, logo, não é tão saudável como promete. Nas receitas caseiras, observe a qualidade dos ingredientes e suas proporções. Não adianta nada usar óleo de coco ou açúcar demerara se a quantidade desses alimentos for muito grande na receita. Gorduras, açúcares e adoçantes devem ser moderados sempre, mesmo que sejam da melhor qualidade. Cuidado também com doces proteicos. Muitos são os doces tradicionais apenas enriquecidos com a proteina em questão”, explica a nutricionista Erika Borges.
Outro ponto é saber quando consumir os doces, pois de nada adianta comê-los em grande quantidade. Dessa forma, a chance da dieta tornar-se ineficiente é grande. “O melhor horário para consumir doces seria de preferência como sobremesa do almoço, pois além de ser o momento do dia em que seu corpo necessita de mais energia, a combinação da refeição balanceada com proteínas, cereais, gorduras e fibras auxilia a controlar o índice glicêmico da refeição, e, com isso, evitam-se picos de glicemia gerada pela maioria dos doces”, pontua a nutricionista.
O pico na glicemia é o que estimula a produção de insulina, hormônio responsável por captar e estocar reservas de energia para o corpo, ou seja, as oscilações de glicemia podem ajudar a engordar. “A classificação para doces fits é muito ampla: alguns possuem a mesma caloria que os tradicionais; porém, elaborados com ingredientes mais saudáveis, acabam não sendo indicados para fazer parte de uma rotina alimentar de alguém que deseja mudar sua composição corporal, seja o objetivo de perder gordura ou de aumentar massa muscular; mas, obviamente que poderão aparecer esporadicamente na alimentação como substituto de um produto menos saudável”, avalia Erika.

Bolo funcional de banana

Ingredientes:

4 ovos (separar as gemas das claras)
1 xícara e ½ de açúcar mascavo (ou 5 colheres de adoçante culinário)
2 bananas
¼ de xícara de leite (opcional sem lactose ou leite de amêndoas)
¼ de xícara de óleo de canola ou de coco
1 xícara de aveia
1 xícara de farinha de trigo integral
2 colheres (sopa) de chia
3 colheres (sopa) de quinoa
1 colher (sopa) de fermento químico em pó
Canela a gosto

Modo de preparo:

Pré-aquecer o forno em aproximadamente 180ºC e untar a forma com manteiga e farinha integral (ou usar forma com papel manteiga). Bater as claras em neve e reservar. Bater no liquidificador 1 banana, 4 gemas, o açúcar, leite e óleo. Separar os ingredientes secos em um recipiente. Juntar a mistura batida aos ingredientes secos. Aos poucos, misturar as claras em neve delicadamente a essa mistura. Colocar na assadeira, distribuir a outra banana em rodelas finas sobre o bolo e polvilhar mais canela. Levar ao forno por aproximadamente 35/40 minutos ou até assar por completo. Como opção de cobertura, pasta de amendoim integral, sem açúcar.

Brigadeiro de batata doce

Ingredientes:

1 xícara (chá) de leite de amêndoas
4 colheres (sopa) de chocolate 70% cacau
1 colher (sopa) de farinha de arroz
1 xícara (chá) de batata doce cozida

Modo de preparo

Coloque em uma panela o leite, a farinha de arroz e o chocolate. Quando estiver homogêneo, leve ao fogo e acrescente a batata doce. Mexa bem até desgrudar do fundo da panela. Leve à geladeira por 1 hora e depois faça bolinhas e passe em raspas de chocolate amargo.