sexta-feira, 27 maio 2022
- PUBLICIDADE -
InícioNACIONALMinistro do STJ prorroga internação de João de Deus por mais 10...

Ministro do STJ prorroga internação de João de Deus por mais 10 dias

 

O ministro Nefi Cordeiro, do Superior Tribunal de Justiça (STJ), prorrogou por mais dez dias o prazo de internação de João Teixeira de Faria, o João de Deus, no Instituto de Neurologia de Goiânia.

Preso em caráter preventivo desde 16 de dezembro, ele é acusado de ter abusado sexualmente de dezenas de frequentadoras de um centro espírita, em Abadiânia, Goiás.

Foi o mesmo ministro do STJ que, em 21 de março, autorizou João de Deus a deixar o Núcleo de Custódia de Aparecida de Goiânia, na Região Metropolitana de Goiânia, para ser internado em um hospital particular.

No pedido de transferência para a unidade de saúde, os advogados alegaram que o médium tem problemas de pressão arterial e um aneurisma da aorta abdominal, “com dissecção e alto risco de ruptura”, precisando de atenção médica especial.
 
A primeira decisão do ministro do STJ foi confirmada no último dia 11, pela Sexta Turma do STJ, à revelia do Ministério Público de Goiás (MP-GO), que se manifestou no sentido de que João de  Deus fosse submetido a novos exames para confirmar a necessidade de sua internação em hospital particular. O prazo inicial terminou no último sábado (20).
 
Ao prorrogar a internação, o ministro do STJ determinou que os médicos informem sobre a previsão de alta hospitalar e o estado de saúde de João de Deus.
 
A permanência dele em estabelecimento particular já tinha sido questionada pelo Ministério Público Federal (MPF) e pelo Ministério Público de Goiás (MP-GO), que ofereceram cinco denúncias contra o médium.

Procuradores e promotores questionaram os laudos médicos apresentados pela defesa, recomendando que ele fosse submetido a novos exames a fim de verificar a real necessidade de sua permanência no instituto neurológico.
 
Já a defesa alegou que a demora na hospitalização piorou significativamente o quadro clínico do paciente. De acordo com boletim médico juntado aos autos do processo, o médium está em tratamento de pneumonia, e não há previsão de alta.
 
Os promotores de Justiça de Goiás continuam ouvindo o depoimento de supostas vítimas. Os casos, se confirmados, não resultarão em novas denúncias, já que prescreveram, mas serão levados em conta nos inquéritos em curso. João de Deus nega todas as acusações.

*Com informações da Agência Brasil


- PUBLICIDADE -

SIGA/CURTA

28,870FãsCurtir
3,337SeguidoresSeguir
1,573SeguidoresSeguir
358InscritosInscrever

VEJA TAMBÉM

Prefeitura presta esclarecimentos sobre a nova lei do transporte público

A Prefeitura de Guarulhos responde abaixo as principais dúvidas da população sobre a lei 8.013, que trata da organização dos serviços do sistema de...

PF apreende droga dentro de embalagens de torradas

A PF, no Aeroporto Internacional de São Paulo, apreendeu no sábado (21/5), em ação conjunta com a Receita Federal, sete quilos de drogas com...

CPTM abre licitação para obras na Plataforma do Expresso Aeroporto, na Luz

A Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM) publicou na edição desta terça-feira (24/05) do Diário Oficial do Estado de São Paulo o edital para...

Deputado Lincoln Portela é eleito vice-presidente da Câmara

O deputado Lincoln Portela (PL-MG) foi eleito hoje (25) novo vice-presidente da Câmara dos Deputados. A eleição ocorreu dois dias após decisão do presidente...

Cata-Treco atende Jardim Nova Cumbica e mais quatro bairros neste final de semana

A Operação Cata-Treco de retirada de inservíveis, realizada semanalmente pela Prefeitura de Guarulhos, atenderá os bairros Jardim Nova Cumbica, Parque Uirapuru, Jardim Santa Helena...