Motoristas e cobradores de São Paulo param por três horas nesta quarta

Paralisação de motoristas de ônibus e cobradores na Avenida Nove de Julho, Centro de SP - Foto: Rovena Rosa/ABr
 

Motoristas e cobradores do transporte coletivo da cidade de São Paulo decidiram nesta segunda, 29, em assembleia da categoria, que farão uma paralisação de três horas nos terminais de ônibus na manhã de quarta-feira, 31. Segundo o Sindicato dos Motoristas e Trabalhadores em Transporte Rodoviário Urbano de São Paulo, os ônibus deixarão de circular a partir das 9h. 

A decisão dos motoristas e cobradores de ônibus é um protesto contra o que o sindicato classificou de “desmonte” do sistema de transporte público pelo prefeito da capital, Bruno Covas (PSDB). “A preocupação no meio da categoria cresce na medida em que o prefeito Bruno Covas coloca em prática o “desmonte” do sistema de transporte público, com a redução da frota de ônibus, restruturação das linhas estruturais e locais, bem como, a extinção da função do cobrador”, destacou em nota, o sindicato.

Além da paralisação, a categoria decidiu fazer, também na quarta-feira, à tarde, uma passeata pelas principais vias da capital paulista, passando pela Avenida Paulista e Rua da Consolação, deslocando-se até a sede da prefeitura, no centro da cidade. 

Em nota, a prefeitura informou que acompanha a movimentação do sindicato e disse que “fará todos os esforços para garantir o deslocamento da população”.

*Com informações da Agência Brasil