Tecnologia da Prodesp permite que pacientes agendem retirada de medicamentos de alto custo

Desde setembro, foram bloqueados mais de 244 mil celulares em todo o Brasil (Arquivo/Agência Brasil)

A Prodesp, empresa de Tecnologia do Estado de São Paulo, desenvolveu em parceria com a empresa Duosystem, o aplicativo “Remédio Agora”, da Secretaria Estadual da Saúde, que permite aos pacientes agendar data e horário para retirar medicamentos de alto custo. O lançamento do app aconteceu na sexta-feira (13), pelo Governador João Doria e o Secretário de Estado da Saúde, José Henrique Germann Ferreira.

O projeto piloto está em andamento desde o mês de agosto na unidade instalada no AME (Ambulatório Médico de Especialidades) Maria Zélia, no bairro Belenzinho, zona leste.

Para o Presidente da Prodesp, André Arruda, a tecnologia precisa ser usada para beneficiar o cidadão que utiliza os serviços oferecidos pelo Estado. “Além de trazer mais autonomia e rapidez ao processo de agendamento e retirada de medicação, a nova ferramenta vai reduzir o tempo de espera das pessoas na fila das farmácias”, explica Arruda.

Com a nova ferramenta, o usuário poderá programar a ida à farmácia e, com poucos “cliques”, selecionar os remédios que utiliza e marcar data e horário viáveis para retirá-los.

O “Remédio Agora” também permite o acesso à unidade em que o paciente retira seus medicamentos. Por meio dele, é possível agendar a renovação do pedido para obtenção do remédio. Assim, o usuário poderá cadastrar a data de retorno à farmácia para apresentar documentos pessoais, exames e receita atualizada para a nova solicitação.

Por meio do aplicativo desenvolvido pela Prodesp, o paciente não vai precisar ir à farmácia para saber se o remédio está disponível. Se houver indisponibilidade, ele será informado por meio de notificação com antecedência de 48 horas e poderá reagendar a retirada para outra ocasião.

De acordo com a Secretaria da Saúde, com o app, o tempo médio de espera nas unidades de atendimento será de aproximadamente 15 minutos.

Como usar o “Remédio Agora”

O aplicativo está disponível na Google Play para instalação em smartphones com sistema Android, e em breve será possível fazer o download na App Store, para quem utiliza iOS. É necessário ter acesso à internet para utilizá-lo.

Depois de instalar o aplicativo, a pessoa deve cadastrar dados pessoais, como número do cartão SUS, data de nascimento e e-mail (não é obrigatório). É preciso que o paciente já tenha feito uma primeira retirada na farmácia, pois o cadastro também requer o código do Recibo de Dispensação do Medicamento (número localizado no canto inferior direito do documento entregue na unidade). O cidadão deverá criar uma senha, que é sigilosa e deverá ser guardada para futuros acessos.

O app consulta a data do último comparecimento. O agendamento deve ser feito em data no intervalo de 30 dias para retorno, com uma margem de até três dias antes e três dias depois, para que o paciente possa manter a regularidade do tratamento.